Dados de navegação do navio Costa Concordia, que naufragou na semana passada na costa da Itália, mostram que os sistemas de pilotagem da embarcação estariam com problemas antes mesmo da colisão com a rocha que a levou a pique. No vídeo, é possível ver o cruzeiro se aproximando do litoral em alta velocidade e realizando a curva esperada tarde demais.

A falha é ainda mais evidenciada com a descoberta de que, para virar a embarcação, o sistema do Costa Concordia não utilizou seus dois propulsores mas sim o leme, que nem mesmo foi ativado com a potência necessária. Os dados da caixa-preta da embarcação ainda não foram liberados e, no futuro, devem comprovar ou derrubar essa hipótese.

O Costa Concordia naufragou na costa de Isola del Giglio, na Itália. Das mais de 4.200 pessoas que estavam na embarcação, 16 tiveram a morte confirmada enquanto outras 16 estão desaparecidas. A investigação sobre as causas do acidente também envolvem uma série de condutas inadequadas tomadas pelo capitão do cruzeiro, Francesco Schettino.