Os navios da classe Zumwalt estão entre os mais modernos do mundo, com destaque para o DDG 1000, que entrou em serviço para a Marinha dos Estados Unidos na semana passada. No entanto, o que chamou a atenção do público foi o custo de cada tiro da máquina.

Equipado com dois canhões que conseguem atingir alvos a uma distância de até 128 km, a munição destas armas custa cerca de US$ 800 mil (R$ 2,6 milhões) por unidade, de acordo com a Marinha. O preço é tão exorbitante que eles não conseguiram justificar o gasto e recomendaram o cancelamento da encomenda.

Por que o preço é tão alto?

Este problema foi causado pela diminuição da demanda. Inicialmente, a Marinha iria comprar 28 navios, mas decidiu diminuir o pedido para apenas três, o que reduziu a quantidade de munição necessária e aumentou o valor final da unidade.

Atualmente, a Marinha está procurando por alternativas que possam oferecer algo parecido por um preço menor. Por enquanto, o DDG 1000 Zumwalt custou US$ 4 bilhões para ser produzido e está ancorado em San Diego sob o comando do capitão James Kirk (sim, esse é mesmo o nome dele).