(Fonte da imagem: Reprodução/SlashGear)

Você conhece o browser Tor? Se a resposta for negativa, saiba que ele é um navegador voltado para a “Darknet” e que tem o objetivo de tornar o seu acesso a diferentes sites e serviços algo completamente anônimo. O problema é que o software foi utilizado para que um vírus possa chegar aos computadores dos adeptos dessa ferramenta.

Por incrível que pareça, há sinais de que o responsável pela disseminação do malware seja o próprio FBI. Diversas fontes internacionais afirmam que o ataque deixou vestígios de que se trata de uma operação do governo dos Estados Unidos para encontrar a identidade de uma quantidade bastante significativa de pessoas.

Além do fato de que os EUA estão utilizando iniciativas um tanto quanto suspeitas e talvez até mesmo antiéticas, outro problema é que o objetivo do Tor vai totalmente contra a exposição da identidade dos seus adeptos. Apesar de ser utilizado para o acesso à pornografia ou comércio de drogas, por exemplo, há pessoas inocentes que apenas utilizam o browser para se proteger de regimes ditatoriais.

Pode ser tudo por um bom motivo...

Para que esse ataque pudesse acontecer e infiltrasse malware em diversos computadores, os responsáveis pela iniciativa utilizaram uma brecha de segurança proveniente do JavaScript no Firefox 17 — programa que serviu de base para o Tor. Com isso, foi possível entrar em diferentes máquinas e coletar evidências.

Toda essa situação pode parecer bem estranha e ruim, mas há grandes chances de que o FBI esteja trabalhando para conseguir encontrar responsáveis pela disseminação de material pornográfico infantil — que, como você já deve saber, é um crime muito sério. O foco talvez seja a identificação da rede criada por Eric Eoin Marques, que foi preso por conta do delito citado acima.

Além de tudo isso, é claro que não podemos confirmar que o responsável por tudo isso seja o governo dos Estados Unidos ou que as intenções por trás desse episódio sejam realmente boas, já que o FBI ou qualquer outro órgão ainda não se pronunciou sobre o caso. Portanto, fique ligado nas novidades do Tecmundo para saber o desenrolar dessa história.

Cupons de desconto TecMundo: