A SpaceIL, empresa privada de exploração espacial de Israel, anunciou nesta quarta-feira (7) que é a primeira equipe a conseguir um contrato de lançamento para enviar seu rover privado para o espaço, com destino à Lua.

O contrato de lançamento de US$ 30 milhões é um prêmio por vencer a competição Google Lunar XPRIZE. A primeira missão lunar privada do mundo será feita em um lançador SpaceX Falcon 9 da Spaceflight Industries. A viagem está agendada para o segundo semestre de 2017.

O anuncio foi feito durante uma coletiva de imprensa em Jerusalém que contou com a presença de Reuven Rivlin, presidente israelense, e Bob Weiss, presidente da XPRIZE. “Temos o imenso orgulho de confirmar oficialmente o recebimento e a verificação do contrato de lançamento da SpaceIL, o que a posiciona como a primeira e única equipe da Google Lunar XPRIZE a demonstrar esta importante conquista até o momento”, declarou Bob Weiss, vice-presidente do Conselho de administração e presidente da XPRIZE.

“A magnitude dessa conquista é imensurável, e representa um compromisso monumental e sem precedentes para uma organização financiada com capital privado, e dá início a uma etapa emocionante da competição, na qual as demais 15 equipes têm agora até o final de 2016 para produzir seus próprios contratos de lançamento verificados. Isso dá a todos nós da XPRIZE e da Google o grande orgulho de dizer: ‘começou a nova corrida espacial!”.

Sobre a competição

Para sair vencedora da premiação Google Lunar XPRIZE, uma equipe financiada de forma privada deve colocar com sucesso uma espaçonave não tripulada na superfície da Lua para explorar pelo menos 500 metros e transmitir vídeos e imagens em alta definição para a Terra antes do fim do prazo da missão, em 31 de dezembro de 2017.

“Somente três países ‘pousaram suavemente’ um veículo robotizado na superfície lunar: os Estados Unidos, a antiga União Soviética e a China. Agora, a ideia do pequeno Estado de Israel incluir-se nessa seleta lista parece mais promissora do que nunca”, afirmou Eran Privman, diretor executivo da SpaceIL. “No ano passado, demos passos importantes rumo ao pouso na Lua, tanto em termos de financiamento de projeto quanto de desenho de engenharia, e estamos muito entusiasmados agora em finalmente termos assegurado nosso contrato de lançamento. Isso nos coloca muito mais próximos de concretizar a nossa visão de recriar um ‘efeito Apollo’ em Israel: inspirar toda uma nova geração a buscar as áreas de ciência, engenharia, tecnologia e matemática [(STEM) Science, Engineering, Technology, and Math]”.

A assinatura do contrato de lançamento foi possível graças à conclusão de uma rodada adicional de captação de recursos conduzida pelas duas maiores colaboradoras da SpaceIL: A Fundação Dr. Miriam and Sheldon G. Adelson Family e a Fundação Kahn de Morris Kahn.

Sobre a viagem

A SpaceIL contratou os serviços de lançamento da Spaceflight Industries, uma empresa espacial norte-americana que adquiriu recentemente um lançador SpaceX Falcon 9 e manifestará a espaçonave da SpaceIL como seu ponto de destaque, que residirá em uma cápsula designada dentro do lançador, entre um grupo de cargas secundárias. Depois que a cápsula se separar do lançador, ela liberará automaticamente a nave espacial, que utilizará sensores de navegação avançados para guiá-la até a superfície lunar, com engenheiros em uma sala de controle da missão enviando comandos e correções à distância conforme necessário.

“Estamos muito entusiasmados por trabalhar em estreita colaboração com a equipe da SpaceIL para ajudá-la a realizar sua missão de chegar à Lua”, disse Curt Blake, presidente do negócio de lançamentos da Spaceflight. “É muito gratificante ser parte integrante da busca da SpaceIL pela vitória na Google Lunar XPRIZE”.

Também hoje, a SpaceIL revelou um projeto novo e aprimorado de sua espaçonave, concluída por seus engenheiros com a consultoria do mundialmente reconhecido projetista israelense Alex Padwa no que diz respeito à parte exterior da nave. Os primeiros componentes físicos do novo modelo já estão começando a chegar ao laboratório de integração da SpaceIL.