Após falhar em sua missão de se acoplar à Estação Espacial Internacional e sair do controle, a nave russa Progress 59 caiu nesta sexta-feira (8) no Oceano Pacífico. O veículo ganhou atenção na internet devido à possibilidade de que ele caísse em regiões habitadas, resultados em danos e possíveis perdas de vidas humanas — algo que felizmente não aconteceu.

Lançada em 27 de abril deste ano, a nave não tripulada entrou na atmosfera terrestre às 23h04 da última quinta-feira (7) no horário oficial de Brasília. Gravações feitas pela NASA mostram que veículo passou a rodar pelo espaço pouco após o que parece ter sido um lançamento bem-sucedido no Cazaquistão.

Tanto o governo dos Estados Unidos quanto autoridades russas garantem que a nave não estava carregando nenhum suprimento essencial e que a Estação Espacial Internacional está “abastecida adequadamente muito além do próximo voo programado”. Apesar de ter perdido parte de sua massa durante o processo de reentrada, a Progress 59 ainda possuía cerca de uma tonelada em materiais durante seu pouso.