A Administração Nacional de Aeronáutica e do Espaço (NASA) publicou nesta semana a notícia de que o veículo de exploração marciana Opportunity acabou de quebrar um recorde: o carro percorreu cerca de 40 quilômetros sobre terreno extraterrestre.

Até então, a marca pertencia ao explorador lançado pela União Soviética em 1973, que correu em torno de 39 quilômetros sobre solo lunar. A máquina norte-americana chegou em Marte em 2004. Na época, planejou-se fazer com que apenas 1 quilômetro fosse explorado em uma missão de 90 dias marcianos (cada um com 24 horas e 40 minutos).

No espaço há dez anos, a Opportunity tem mantido as pesquisas sobre o Planeta Vermelho atualizadas por meio do envio dados acerca da composição do solo e atmosfera marcianos. “Não importa qual foi a distância percorrida, mas sim a quantidade de pesquisa feita durante os quilômetros corridos”, diz John Callas, gerente de missões da NASA.

Significa, então, que o carro de exploração em Marte irá se “aposentar”? Se depender da agência estadunidense, não. Ao menos mais um ano de coleta de informações deverá ser cumprido pela Opportunity.

Assinaturas terráqueas ainda em impressão

A atual detentora do recorde de mais quilômetros percorridos em solo extraterrestre não é a única sonda de exploração que caminhou por novas terras. Junto com esta notícia, outras informações acerca de veículos que já registraram a assinatura terráquea sobre superfícies desconhecidas foram também publicadas.

Conforme demonstrado pela imagem acima, vários outros veículos lançaram-se rumo ao desconhecido nos últimos anos. Em 1971, o explorador lunar da Apollo 15 percorreu 27,8 quilômetros sobre a Lua. De 1970 a 1971, a distância de 10,5 quilômetros foi explorada pelo módulo do Lunokhod 1, carro autônomo lançado pela União Soviética.

“As missões Lunokhod ainda permanecem como assinaturas de cumprimento do pensamento sobre o que foi almejado durante a primeira era de ouro da exploração espacial – entre as décadas de 1960 e 1970”, comenta Steve Squyres, um dos pesquisadores que lidera os gêmeos de exploração marciana Opportunity e Spirity (este encerrado em 2010).