Para você, qual é o principal sinal de que o Natal está chegando? Seria a chegada dos primeiros trailers de filmes com essa temática? O fato de os shoppings começarem a ficar devidamente enfeitados? Ou, quem sabe, as lojas aumentando os preços dos seus produtos sorrateiramente? Na verdade, para muita gente, o lembrete mais forte que a data está próxima são as irritantemente grudentas músicas natalinas, que começam a pipocar por todo o lugar. O mais interessante? Esse comportamento também se reproduz no YouTube.

Aqui no Brasil, o grande representante da categoria “música de Natal que entra na sua cabeça e não sai nunca mais” é a canção “Então é Natal” – uma adaptação de "Happy Xmas (War Is Over)", de John Lennon e Yoko Ono –, interpretada pela cantora Simone. A obra parece surgir como uma verdadeira entidade entre o fim de outubro e o começo de novembro e se estende até a época de Festas, tocando em centros comerciais, lojinhas de esquina, cabeleireiros e até lanchonetes. Tudo para que você entre no clima ou enlouqueça de vez.

Porém, se engana quem acha que esse tipo de coisa só rola por aqui. Nos Estados Unidos, quem assume o lugar da nossa Simone é Mariah Carey, com seu hit “All I Want For Christmas Is You”. Foi exatamente essa faixa que fez com que Zach Cole, designer de produto do Lyft, percebesse que a demanda dos internautas por músicas natalinas era bem parecida com a explosão desse tipo de conteúdo no mundo offline, saindo de um interesse baixo e constante para um pico absurdo nos meses finais do ano.

Como é possível conferir acima, no tweet publicado na última quarta-feira (2), a seção de estatísticas do clipe oficial de “All I Want For Christmas Is You” no YouTube revela mais do que a variação hilária de popularidade do vídeo ao longo dos anos: mostra que, por mais que as pessoas reclamem desse tipo de conteúdo, elas ainda vão atrás dele na internet – mesmo que seja escondido. O mais engraçado é o detalhe que indica que a curva ascendente deste ano já começou a se mexer.

Canções diferentes, comportamento universal

Só essa constatação que o Natal “já começou” com base na popularidade de uma canção natalina já rende uma boa história para ser contada na mesa do bar ou durante a Ceia, não é? Porém, a história vai ainda mais longe. Como ficamos curiosos com esse causo natalino, resolvemos conferir se a nossa tradicional cantora também conseguia arrancar o mesmo tipo de reação dos internautas brasileiros. O resultado? Simone bate um bolão cada vez mais forte quando o assunto é a performance de “Então é Natal” no YouTube.

No vídeo em que a artista canta a música durante a inauguração da Árvore de Natal da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, a curva de interesse do público é exatamente a mesma do clipe da Mariah Carey – guardadas as devidas proporções, claro. Isso significa que, aparentemente, basta ouvir os primeiros acordes dessa faixa para ser hipnotizado pela ambientação festiva e sair por aí cantarolando “Então é Natal e o que você fez? O ano termina, e nasce outra vez”. E aí, já ficou na sua cabeça?

A curva da Simone ainda é tímida este ano, mas já começa a se mexer

Ah, e não são só esses itens que saltam em acesso nessa época, outros hits com a mesma temática também apresentam estatísticas idênticas. “Last Christmas”, por exemplo, eternizada pelo Wham! – antigo grupo do George Michael –, é outra obra anotando picos absurdos nos dois ou três últimos meses do ano desde os idos de 2011. Outro ponto interessante é o aumento no número de visualizações ao longo do tempo, um indicador que o YouTube, apesar de ser uma plataforma de vídeo, ainda é referência na busca e no consumo de áudio.

Wham! é outro hit natalino que encanta os norte-americanos

Agora, confesse: você anda fazendo com que o contador desses vídeos suba ou prefere aumentar o trending da hashtag #OdeioEntaoENatal xingando muito no Twitter? Deixe a sua opinião sobre o assunto e conte qual é a sua canção natalina preferida mais abaixo, na seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo: