A NASA está testando novos mecanismos de desaceleração para foguetes e naves espaciais de grandes dimensões. Nesta semana, a Agência Espacial Norte-Americana divulgou um vídeo que mostra detalhes deste novo projeto chamado “Low-Density Supersonic Decelerator” (ou Desacelerador Supersônico de Baixa Densidade), que também pode ser chamado de LDSD.

Em vez de utilizar escudos sólidos e rígidos, o LDSD é montado com materiais infláveis e que podem aumentar (e muito) as capacidades de frenagem espacial de grandes estruturas. Ele ainda conta com um gigantesco paraquedas de alta resistência, que pode ser aberto sem que haja qualquer avaria — até mesmo em velocidades supersônicas, o que era um desafio até pouco tempo atrás.

No vídeo — que apresenta filmagens feitas do solo e também das cargas —, é possível ver as estruturas construídas pela NASA sendo desaceleradas pela junção dos mecanismos. Os testes foram conduzidos em uma região reservada e partiram da estratosfera para que fosse possível simular velocidades mais altas. E você imagina os motivos pelos quais é tão importante desenvolver esses novos sistemas?

Os atuais métodos de desaceleração espacial não suportam modelos muito pesados, que seriam necessários para que os voos tripulados pudessem ocorrer. Dessa forma, a NASA busca novas formas para poder lançar foguetes e naves a outros planetas, podendo então levar equipamentos pesados e pessoas. Será que isso vai acontecer logo ou teremos que esperar décadas ainda?

Cupons de desconto TecMundo: