(Fonte da imagem: Reprodução/NASA)

Já faz algum tempo que os seres humanos não voltam à Lua, mas isso pode mudar nos próximos anos. A NASA está trabalhando em uma nova versão de um robô de exploração do solo e pode enviar os primeiros modelos para testes em menos de uma década. Trata-se do RASSOR (Regolith Advanced Surface Systems Operations Robot), que chega com uma série de recursos interessantes.

Para começar, ele não possui gigantescas estruturas, pesando cerca de 50 quilogramas apenas. Em vez de possuir escavadores de alta potência, o RASSOR utiliza dois braços mecânicos que podem realizar alterações no formato do robô — deixando-o mais habilitado a diferentes funcionalidades, como escavações ou ultrapassagem de obstáculos.

(Fonte da imagem: Reprodução/NASA)

Mas o principal mesmo são as escavações. Com elas, a NASA pretende conseguir realizar o estudo do solo lunar com bastante eficiência. O grande objetivo dessas missões é entender como tornar possível a extração de oxigênio e a criação de combustíveis com base na água que pode estar abaixo da superfície. Há planos para realizar os primeiros testes com o RASSOR em menos de 10 anos.

Cupons de desconto TecMundo: