Trabalhando em parceria com o Radiômetro de Emissão e Reflexão Térmica Avançada (ASTER) desenvolvido pelo Japão, a NASA capturou centenas de imagens estereoscópicas da Terra que foram reunidas para formar um dos mapas tridimensionais mais realistas já feitos da superfície do planeta. O dispositivo, que foi transportado pela espaçonave Terra, apresentou um resultado espetacular e que supera em muito qualquer imagem vista no Google Earth.

A agência espacial norte-americana divulgou somente algumas das imagens capturadas, embora afirme que 99% da superfície do planeta foi capturada pelo projeto. Os dados obtidos vão ser úteis em diversas áreas, que incluem o planejamento de rotas de transporte, busca por recursos naturais, acompanhamento de mudanças ambientais e, claro, passeios virtuais pelos quatro cantos do planeta.

Quem já se surpreendia com as imagens tridimensionais impressionantes proporcionadas pelo serviço Google Earth tem motivos para comemorar. A alta resolução das imagens capturadas pela NASA supera aquelas capturadas pela Google tanto em qualidade quanto em precisão, já que várias câmeras foram usadas para capturar cada pedaço no planeta, resultando em uma menor disparidade entre as distâncias reais e aquelas exibidas pelo computador.

Cupons de desconto TecMundo: