Thom Yorke, da banda Radiohead, criticou duramente o YouTube e a Google durante uma entrevista concedida ao jornal italiano La Repubblica. Segundo ele, as empresas exercem um comportamento semelhante aos dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, usando seu grande poder para se apropriar da arte como um todo.

“Um amigo me contou sobre esse aplicativo para pular comerciais no YouTube... eles colocam propagandas antes de todos os conteúdos, fazendo muito dinheiro a partir disso e, mesmo assim, os artistas não são pagos ou recebem pequenas somas, e aparentemente isso está bom para eles...”, afirmou Yorke.

O líder do Radiohead afirma não ter uma solução para o problema, afirmando só saber que a empresa lucra muito com o trabalho de pessoas que não se beneficiam com isso. “As pessoas continuam a dizer que essa é uma era em que a música e o cinema são gratuitos. Isso não é verdade. Os criadores desses serviços fazem dinheiro — Google, YouTube. Uma grande quantidade de dinheiro, arrastando as coisas como se fosse no mar — eles pegam tudo o que existe”, afirmou.

“’Ah, desculpe, isso é seu? Agora é nosso. Não, não, estamos brincando — ainda é seu’. Eles tomaram controle disso — como os nazistas fizeram durante a Segunda Guerra Mundial. Na verdade, é o que todos estavam fazendo durante a guerra, até mesmo os ingleses — roubando a arte de outros países. Qual diferença existe?”, questiona Yorke.

Você concorda com o posicionamento de Thom Yorke? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: