Após uma parceria entre o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e a Google, mais de 1,3 mil obras de arte e 18 exposições virtuais de cinco museus brasileiros, gerenciados pela organização, estarão disponíveis online no Google Arts & Culture.

A plataforma da Gigante de Mountain View é uma verdadeira enciclopédia, que reúne em um banco de dados uma coleção de imagens sobre arte e cultura. Essa colaboração entre as duas instituições é um passo para mostrar as riquezas culturais brasileiras para o mundo.

Nesta fase, mais de 450 obras foram capturadas com uma câmera capaz de capturar fotografias com uma super-resolução. O acervo a ser digitalizado incluirá o Museu Nacional de Belas Artes, o Museu Histórico Nacional, o Museu Lasar Segall, o Museus Castro Maya e o Museu Imperial.

Entre elas estão uma foto da família imperial na varanda da casa da princesa Isabel, em Petrópolis, feita por Otto Hess, algumas joias, pinturas e a carta de D. Pedro I a seu pai anunciando a independência do Brasil.

Da esquerda para direita: [Ex-voto da] Batalha dos Guararapes - Autor desconhecido (1958); Le cirque [da série] Jazz - Henri Matisse (1947)

Por meio dos celulares, tablets ou computadores de mesa, obras magníficas ficarão mais acessíveis, como o “Navio de Emigrantes”, de Lasar Segall, o “Nu deitado”, de Di Cavalcanti, ou “Recado Difícil”, de José Ferraz de Almeida Júnior.

Para apreciar as obras brasileiras catalogadas na plataforma, além de muitas outras, você pode conferir o Google Arts & Culture.

Cupons de desconto TecMundo: