Parece que o prazo para a “execução” do Windows Live Messenger acaba de ser prorrogado. Isso porque o The Verge afirma que o fatídico dia 15 de março marcará a migração de apenas uma ínfima porcentagem do público. De acordo com o site, 99% das pessoas passarão pelo processo apenas do dia 8 de abril em diante.

Outra boa notícia para os fãs do Messenger é que o público brasileiro deve ser o último a dar adeus ao famoso aplicativo: a migração deve ocorrer de acordo com a linguagem utilizada em seu MSN, começando do inglês e terminando no português. E isso não deve acontecer antes de 30 de abril.

Ainda vivo?

O fim do MSN Messenger já é uma certeza. Mas o que vai acontecer com outros programas que utilizam o serviço? Eles devem continuar operantes, pelo menos por mais algum tempo.

Segundo Parri Munsell, a migração está ocorrendo em um sistema de “caso-a-caso”, e afirma que as desenvolvedoras licenciadas já foram avisadas da data de maneira privada. Entretanto, o mesmo não foi confirmado por parte de diversas empresas, que dizem não terem sido informados com precisão sobre quando ou como o fechamento deve ocorrer – alguns, de fato, dizem nem terem recebido uma notificação da Microsoft.

Mesmo assim, muitos especulam a data para o fechamento total do serviço com base em uma informação mostrada em um dos sites da Microsoft, que nós já divulgamos anteriormente. Resta esperar uma confirmação oficial por parte da empresa.