Em função da reestruturação que a Lenovo anunciou ontem juntamente com a divulgação dos seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2015, a Motorola deve demitir até 20% do seu pessoal globalmente. Isso deve acontecer pelo fato de a marca se tornar agora a responsável pelo desenvolvimento tanto de seus aparelhos como os da marca Lenovo.

Assim, a maior parte desse pessoal demitido será substituída por funcionários da divisão mobile da própria Lenovo, que devem sair da China em direção à Motorola em Chicago, nos EUA. Não se sabe se, com essa substituição de pessoal, a Motorola ficará com menos ou mais gente em seu quadro de funcionários.

Rick Osterloh

Informações preliminares diziam ainda que o atual presidente da Motorola, Rick Osterloh, estaria de saída, mas a empresa publicou um comunicado dizendo que isso não era verdade. Osteloh foi o responsável pela recente revolução da Motorola, saindo do buraco em que estava metida — na época da aquisição pela Google — em direção a significantes aumentos em vendas nos últimos dois anos.

A meta da Lenovo desde a aquisição da marca norte-americana era fazê-la voltar a lucrar em até 6 trimestres. Ainda faltam dois para esse prazo ser esgotado, mas a Motorola vendeu 31% a menos do que no mesmo período do ano passado, registrando 5,9 milhões de smartphones entregues.

Cenário econômico brasileiro influencia

Estima-se que pelo menos 500 pessoas serão demitidas da Motorola por conta do corte de pessoal, mas não foi revelado em que partes do mundo cada uma dessas demissões devem acontecer.

Em seu relatório fiscal, a Lenovo cita a crise econômica brasileira como um dos principais pontos de perdas para a corporação. Como o Brasil é o segundo maior mercado da Motorola, é possível imaginar que uma diminuição das vendas por aqui possa afetar a companhia como um todo.

Segundo o Phandroid, muitas das demissões na Motorola vão acontecer no departamento de software e serviços. Esse pessoal foi o responsável pela criação do Moto Voz, Moto Tela, Moto Assist e outros recursos inteligentes que a marca desenvolveu recentemente. Engenheiros vindos da Lenovo devem substitui-los.

Cupons de desconto TecMundo: