A Motorola está realmente apaixonada pelo sistema operacional Android. Durante a Mobile World Convention deste ano, a empresa lançou o Quench, um smartphone voltado ao público jovem que conta com todo o poder do Android 1.5.

O Motorola Cliq XT, como será chamado nos Estados Unidos, é a oitava criação da empresa a trazer o sistema operacional da Google. Ao que tudo indica, este casamento vai melhor do que o esperado. Em termos de smartphone, o Quench nada mais é do que a evolução do DEXT (confira aqui a análise do Baixaki), celular da Motorola que fez bastante sucesso no segundo semestre de 2009.

Mas vamos ao que interessa. O Motorola Quench traz uma tela de 3.1 polegadas sensível ao toque com resolução de 320 x 480. Para quem nunca perde um clique, há uma poderosa câmera de 5 Megapixels com flash em LED e foco automático. No pacote vêm ainda a conexão 3G, Wi-Fi, GPS, Bluetooth e acelerômetro.

Motorola Quench

Apesar de ser bem completo, o Quench não arranca suspiros da plateia nem se destaca entre os demais. A câmera é meramente satisfatória, o design é voltado para um público mais descolado e a resolução é apenas “ok”.

Mas a principal novidade do smartphone está no teclado. O aplicativo Swype é um pequeno programa que auxilia na digitação em teclados na tela, já que o novo smartphone da Motorola não conta com um teclado físico.

Desenvolvido pelo mesmo criador do sistema T9 de digitação, o Swype não deixa o padrão QWERTY de lado, mas o torna ainda melhor. Com amplo reconhecimento de gestos, basta deslizar o dedo na tela e mantê-lo em cima de uma letra para selecioná-la. Digitar longos emails e conversar com amigos em um comunicador instantâneo vai ser mais rápido e prático.

No Brasil, o Motorola Quench deverá chegar até o final de março, em parceria com a TIM. Preços ou planos não foram confirmados. Contudo, notícias ruins chegam rápido: é provável que o Quench brasileiro virá sem suporte para o Swype.

Fique ligado no Baixaki e até a próxima!

Cupons de desconto TecMundo: