Conhecidas por sua imponência e potência absurda, as motos desenvolvidas pela mítica companhia Harley-Davidson viraram um verdadeiro ícone da cultura rocker – e não é difícil encontrar quem sonhe em atravessar a rota 66 a bordo de uma máquina dessas.

E, provando que até mesmo as marcas mais tradicionais precisam acompanhar as tendências tecnológicas, a companhia deixou motociclistas do mundo inteiro babando em suas jaquetas de couro ao anunciar na manhã desta quinta-feira (19) o Project LiveWire, seu primeiro modelo de moto elétrica.

A companhia já havia deixado claro que seus fãs podiam esperar por novidades chocantes através de um teaser divulgado ontem (18) em seu perfil oficial no YouTube. O vídeo em questão trazia nada além de uma curta gravação na qual um veículo de duas rodas atravessa uma pista em altíssima velocidade – contudo, em vez do indistinguível som que estamos acostumados a ouvir das motocas da marca, o clipe é sonorizado com um ruído bastante discreto e igualmente agradável.

Não demorou muito para que as especulações acerca do anúncio de uma moto elétrica começassem a surgir na rede e, para a alegria desses “videntes” de plantão, eles estavam certos.

Apresentando um novo conceito

Com um design digno de lágrimas, o Project LiveWire ainda não é um produto comercial – trata-se de um experimento que tem como objetivo apresentar o mundo das motocicletas elétricas para o mercado norte-americano e testar a recepção do público frente a esse tipo de produto. Sendo assim, não há previsão para que o modelo passe a ser fabricado e vendido como um veículo tradicional.

Ao longo dos próximos meses, o protótipo fará um tour por 30 cidades dos Estados Unidos e “potenciais consumidores” terão a chance invejável de fazer um test drive. Essa viagem está prevista para começar no dia 24 de junho, em Nova York. A Harley-Davidson ainda não divulgou o nome de todos os locais que participarão do tour, mas sabe-se que Boston e Filadélfia estão na lista. A companhia não negou a possibilidade de levar o Project LiveWire para o Canadá e Europa no próximo ano.

Potência e disponibilidade

O Project LiveWire é alimentado por um motor com 74 bhp de potência e 52 lb-ft de torque, capaz de fazer a moto acelerar aos 60 mph (96 km/h) em apenas quatro segundos. Sua velocidade máxima é de 92 mph (cerca de 148 km/h). A Haley-Davidson não divulgou outras informações técnicas do modelo, mas parece estar orgulhosa sobre o som do veículo: a empresa o descreve como “um jato de caça em um porta-aviões”. De acordo com a revista WIRED, as baterias da moto demoram 3,5 horas para recarregar em 220 volts e conseguem percorrer até 53 milhas (cerca de 85 km).

Ainda que não haja previsões oficiais para uma edição comercial do LiveWire, o site Motorcycle.com – um dos portais mais consagrados no ramo de jornalismo de motocicletas – aposta que veremos o modelo nas lojas até o fim do ano de 2016. Caso queira, você pode ficar de olho no site oficial do projeto – no momento em que esta matéria foi escrita, contudo, ele se encontrava com problemas técnicos devido ao alto número de acessos.