Reprodução de como a cabine deve ser. (Fonte da imagem: Reprodução/RoyalCaribbean)

Se você tem vontade de viajar em um navio e não tem dinheiro para comprar as acomodações mais caras — aquelas em que você acordaria olhando para o mar e recebendo uma leve brisa —, a solução seria comprar passagens para as cabines internas do veículo. Apesar de não receberem a luz do sol e serem consideravelmente pequenas, elas contam com um preço mais baixo.

O problema é que nem todo mundo gosta dessas cabines, justamente por conta da sensação de enclausuramento. Para resolver parte deste problema, a empresa Royal Caribbean desenvolveu uma solução um tanto quanto interessante para as acomodações mais simples do seu novo navio, o Navigator of the Seas.

A companhia está instalando monitores de 80 polegadas no local em que deveriam estar as janelas de cada cômodo interno do navio, indo do chão até o teto e também de uma parede até a outra da cabine. Além disso, esses aparelhos prometem ser realmente realistas e imersivos, proporcionando uma experiência diferenciada aos viajantes.

Parece de verdade e tem até “proteção”

(Fonte da imagem: Reprodução/RoyalCaribbean)

Para que isso fosse possível, a Royal Caribbean contratou o pessoal da Control Group — que, por sua vez, requisitou conselhos de estudiosos do MIT para que os aparelhos usados não causassem uma impressão ruim às pessoas. Dessa forma, foram usadas duas câmeras RED Epic, localizadas em diferentes posições do navio.

Uma delas filma a paisagem no tronco e a outra a popa do navio, captando as imagens que são transmitidas através de fibra óptica para os monitores. Além disso, todos os componentes utilizados tiveram que ser muito resistentes para suportarem a maresia, o calor proveniente do sol e também a gua do mar.

O resultado foi tão verídico que o monitor mostra até mesmo uma espécie de grade para passar a impressão de segurança — mas é claro que você poderia desligar as telas, caso não gostasse do efeito proporcionado por elas. As viagens do Navigator os the Seas estão programas para começar nesta próxima quarta-feira, dia 4.

E aí, o que você achou da iniciativa?

Cupons de desconto TecMundo: