Panasonic vai fabricar baterias da Tesla a partir de 2023

1 min de leitura
Imagem de: Panasonic vai fabricar baterias da Tesla a partir de 2023
Imagem: Clean Future
Avatar do autor

A japonesa Panasonic vai investir US$ 700 milhões em fábricas próprias para desenvolver e produzir novas baterias para carros elétricos da Tesla. A ideia é que as primeiras unidades já estejam prontas no início de 2023.

Segundo o site Nikkei, a ideia é otimizar as linhas de montagem para produção em assa de novos componentes de célula conhecidos como 4680.

Essa bateria é cinco vezes maior que os modelos atuais, mas é mais barata de ser fabricada e mais econômica, garantindo maior tempo de autonomia para veículos elétricos — em até 16%, segundo a montadora norte-americana.

A fábrica da Panasonic em Wakayama, no Japão, deve ser a principal nesse processo, com o início dos testes na linha de montagem começando nos próximos meses. Em comunicado oficial, entretanto, a marca alega que "não há nada para ser anunciado no momento" e que várias opções são estudadas internamente.

Parceria de longa data

A Panasonic é a fabricante parceira da Tesla há vários anos para a produção de baterias, inclusive contando com o envolvimento da empresa para a pesquisa de novos componentes.

Em 2019, as marcas entraram em conflito após a japonesa desistir de um investimento em fábrica de baterias, mas os acordos foram mantidos e ela segue fornecendo os componentes até hoje.