Estilo Batmóvel: veja voo teste do carro voador da Bellwether

1 min de leitura
Imagem de: Estilo Batmóvel: veja voo teste do carro voador da Bellwether
Imagem: Bellwether/Reprodução

A Bellwether, uma startup sediada em Londres, divulgou as primeiras imagens de um voo de teste da Antelope, sua aeronave de decolagem e aterrissagem vertical elétrica de meia escala (eVTOL). De acordo com a empresa, o produto é um novo veículo de eletromobilidade chamado de “volar” — seu design futurista lembra o supercarro do Batman, o Batmóvel.

O voo de teste foi realizado em Dubai no final do ano passado, apesar de as imagens terem sido divulgadas somente agora. O carro voador subiu a uma altura de quatro metros e a uma velocidade de 40 km/h, segundo a empresa.

O protótipo demonstrou problemas para manter a estabilidade de voo desde a decolagem, mostrando que ainda existem questões fundamentais para serem resolvidas até a versão final. Talvez até o próprio estilo de carroceria possa estar atrapalhando.

A Bellwether tem grandes planos para seus produtos e planeja testar carros em larga escala até 2023. A ideia é disponibilizar o modelo final em 2028, para transporte sob demanda, em um sistema semelhante ao da Uber. O consumidor final deverá conseguir comprar o veículo em 2030, segundo os planos da empresa.

Mercado para eVTOLs

Ainda não regulação para eVTOLs, o que torna o futuro desses veículos totalmente incerto. Mesmo assim, o mercado global para essas aeronaves foi estimado em US$ 8,5 bilhões em 2021, de acordo com o Reportlinker.com. Até o final da década, o segmento deve movimentar US$ 30,8 bilhões, segundo projeções.

Ao contrário do setor de aviação civil, o mercado de eVTOL cresceu durante a pandemia. As aplicações comerciais incluem o transporte de suprimentos médicos e principalmente para fotografia aérea.

Além disso, o varejo e outras empresas de logística estão cada vez mais procurando o uso de veículos voadores elétricos para distribuir itens essenciais e até fazer delivery de produtos comprados na internet, devido aos bloqueios intermitentes e à imposição de protocolos  de distanciamento social em todo o mundo.