Embraer anuncia carro voador que homenageia Ayrton Senna; veja imagens

1 min de leitura
Imagem de: Embraer anuncia carro voador que homenageia Ayrton Senna; veja imagens
Imagem: Embraer
Avatar do autor

Nesta quarta-feira (17) a Eve Air Mobility — companhia fundada pela Embraer para acelerar o ecossistema global de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) — e a Marca Senna anunciaram sua parceria no desenvolvimento do primeiro eVTOL Eve-Senna, projeto de carro voador que homenageia Ayrton Senna.

Com o objetivo de contribuir com a evolução do futuro da mobilidade no Brasil e no mundo, o projeto do carro voador simboliza uma visão de futuro sustentável e inovação no mercado. O design é inspirado na visão da marca Senna ao desafiar limites, criar produtos com paixão e propósito, de forma autêntica e futurística, segundo comunicado da empresa.

(Fonte: Embraer/Divulgação)(Fonte: Embraer/Divulgação)Fonte:  Embraer 

Andre Stein, CEO da EVE, disse no comunicado que é um privilégio fazer parte da geração que acompanhou a carreira do piloto brasileiro de Fórmula 1. “Sua ousadia, capacidade de superação e conquistas, unindo paixão e tecnologia, foram uma inspiração para seguir carreira em engenharia. Tenho certeza de que essa parceria vai contribuir muito para inspirar as novas gerações a desenvolverem as tecnologias que vão transformar o futuro”, afirmou.

Para Bianca Senna, CEO da Marca Senna, a marca Senna vê no campo de sustentabilidade e mobilidade, a possibilidade de criar soluções de locomoção integradas, visando o desenvolvimento de uma economia sustentável que melhore a qualidade de vida no nosso planeta, com propósito de sempre desafiar limites, proporcionando produtos inovadores.

(Fonte: Embraer/Divulgação)(Fonte: Embraer/Divulgação)Fonte:  Embraer 

“Esse desafio é coletivo e estamos colaborando com um dos principais líderes nessa revolução, que é a EVE. Poder se associar a uma empresa como a EVE é um grande privilégio”, disse Senna.

Confira mais fotos divulgadas do veículo, a seguir;

(Fonte: Embraer/Divulgação)(Fonte: Embraer/Divulgação)Fonte:  Embraer 

(Fonte: Embraer/Divulgação)(Fonte: Embraer/Divulgação)Fonte:  Embraer 

Fontes