Nissan mostra como vai reutilizar baterias antigas do LEAF

1 min de leitura
Imagem de: Nissan mostra como vai reutilizar baterias antigas do LEAF
Imagem: Nissan/Divulgação
Avatar do autor

Qual destino dar às baterias dos carros elétricos quando elas deixarem de ser úteis aos veículos? Este é um grande desafio para as montadoras, que já pensam em alternativas para reutilizá-las, como é o caso da Nissan. A marca japonesa mostrou, na última sexta-feira (12), como reaproveita o componente após ele ser retirado do LEAF.

Segundo a companhia, as baterias antigas removidas da primeira geração do modelo compacto eletrificado estão sendo utilizadas nos Veículos Guiados Automaticamente (AGVs), que desempenham diferentes tipos de tarefas nas fábricas da Nissan, ajudando a economizar tempo e a aumentar a produtividade na linha de montagem.

Funcionando em trilhas magnéticas nas instalações da empresa, esses AGVs realizam atividades como entregar peças aos trabalhadores e transportar correspondências, entre outras tarefas, permitindo a eles se concentrarem na instalação dos componentes em vez de ficarem se deslocando para buscar as peças. O vídeo abaixo mostra como funciona o sistema:

Ainda conforme a fabricante, a reutilização das baterias do Nissan LEAF antigas é feita desde 2010. Inicialmente, ela usava três dos 48 módulos que formavam o componente, reembalava-os e colocava tudo dentro de um AGV. Mas desde o ano passado, esses veículos robóticos são alimentados com módulos de bateria reaproveitados, em vez de novos.

Exército de AGVs

Mais de 4 mil AGVs estão em uso nas fábricas da Nissan em todo o mundo, atualmente, funcionando em um sistema que inclui carregamento rápido automático de 30 segundos e sensores capazes de guiar as máquinas corretamente pela rota pré-definida.

Eles também trazem uma ferramenta de comunicação sem fio para evitar colisões e futuramente poderão até se mover de maneira autônoma e fora da trilha magnética da fábrica.

Esquema de funcionamento e recarga dos AGVs.Esquema de funcionamento e recarga dos AGVs.Fonte:  Nissan/Divulgação 

Graças à maior autonomia oferecida pelas antigas baterias do carro elétrico, a montadora está desenvolvendo novas tecnologias que darão mais liberdade de movimento a estes robôs, tornando-os ainda mais úteis à linha de montagem de carros.

Nissan mostra como vai reutilizar baterias antigas do LEAF