'Google chinesa', Baidu planeja fabricar carros elétricos

1 min de leitura
Imagem de: 'Google chinesa', Baidu planeja fabricar carros elétricos
Imagem: Baidu/Reprodução
Avatar do autor

Investir no mercado automotivo deve ser o próximo passo da Baidu, maior plataforma de buscas da Ásia. A empresa, que há algum tempo já considera fabricar o seu próprio carro elétrico, parece ter escolhido a montadora Geely como a sua parceira neste novo empreendimento, conforme relata a Reuters nessa quinta-feira (7).

O rival do Google chegou a se reunir com algumas gigantes do setor na China, como a Guangzhou Automobile Group e a Hongqi, entre outras. Mas de acordo com as fontes ouvidas pela publicação, a marca escolhida será a Geely, atual dona da Volvo e que tem uma parceria com a Daimler, grupo proprietário da Mercedes-Benz.

As duas companhias devem formar uma joint venture, na qual a Baidu teria participação majoritária e seria a responsável por fornecer o software para o modelo eletrificado. Por outro lado, a Geely cederia as instalações utilizadas para a produção de automóveis das suas marcas e entraria com o know-how de engenharia.

O veículo elétrico da Baidu deve ser montado nas fábricas da Geely.O veículo elétrico da Baidu deve ser montado nas fábricas da Geely.Fonte:  Pexels 

No momento, não há maiores informações sobre quando essa parceria entre as duas marcas chinesas será anunciada oficialmente nem a respeito dos detalhes técnicos do automóvel. Mas segundo os rumores, o carro elétrico da Baidu está perto de se tornar realidade.

Experiência no setor

O ramo automotivo não é algo totalmente novo para a Baidu. A gigante chinesa das buscas opera, desde 2017, o serviço de transporte autônomo Apollo Go Robotaxi, além de ter lançado um ônibus elétrico e autônomo em 2018, capaz de transportar 14 passageiros.

Ela também fornece tecnologia e sistemas de inteligência artificial para a própria Geely, atendendo ainda a montadoras como a Ford, a Toyota e a Volkswagen.

O mesmo caminho tem sido seguido por outras companhias chinesas tecnológicas, como o Alibaba, que investiu na startup de veículos eletrificados XPeng, e a Didi Chuxing, cujo trabalho conjunto com a BYD rendeu um carro elétrico para motoristas de aplicativo.

'Google chinesa', Baidu planeja fabricar carros elétricos