Desistiu? Uber pode vender divisão carros voadores autônomos

1 min de leitura
Imagem de: Desistiu? Uber pode vender divisão carros voadores autônomos
Imagem: Uber/Divulgação
Avatar do autor

A Uber pode estar bem próxima de vender o serviço de táxis aéreos Uber Elevate. Segundo o site norte-americano Axios, as negociações estão em estágios avançados e o acordo deve ser revelado ainda em 2020.

Conforme as informações, a divisão deve ser adquirida pela Joby Aviation. Atuando na fabricação de aeronaves elétricas desde 2009, a startup californiana trabalha em parceria com a própria Uber para a criação de um veículo voador.

Com atividades suspensas, a Uber Elevate atuava na cidade de Nova York.Com atividades suspensas, a Uber Elevate atuava na cidade de Nova York.Fonte:  Uber/Divulgação 

A notícia da possível venda da divisão ocorre após Dara Khosrowshahi, CEO da Uber, anunciar que está trabalhando para atingir a lucratividade. Uma das medidas para tal seria vender unidades autônomas.

Diante do prejuízo bilionário por conta da pandemia do novo coronavírus, a companhia também estava em busca de alternativas estratégicas para manter a Elevate. Isso incluía possíveis parcerias ou a venda parcial da startup de transporte aéreo.

Vale destacar que o serviço de táxi aéreo da Uber atua apenas na cidade de Nova York. Contudo, a unidade com cerca de 80 colaboradores está com as atividades suspensas desde o início da crise de covid-19 nos Estados Unidos.

Um dos protótipos de carros voadores da frota da Elevate.Um dos protótipos de carros voadores da frota da Elevate.Fonte:  Uber/Divulgação 

Sobre a Uber Elevate

Anunciada em 2018, a Uber Elevate trazia como proposta usar o famoso aplicativo para realizar transporte de passageiros sem utilizar vias terrestres. Dessa forma, a intenção era promover um modelo de táxi aéreo mais prático e econômico.

Desde o começo do projeto, a startup realizou parcerias com várias companhias aéreas – incluindo a brasileira Embraer. Assim, foram realizados testes do serviço e apresentados diversos protótipos de carros voadores que fariam parte da futura frota.

Em parceria com a Joby Aviation, a Uber tinha como objetivo estrear o primeiro veículo aéreo em 2023. Contudo, os recentes resultados financeiros negativos da companhia podem dar outro rumo a história.