Estado nos EUA tenta dificultar venda de carros elétricos; Tesla escapa

1 min de leitura
Imagem de: Estado nos EUA tenta dificultar venda de carros elétricos; Tesla escapa
Imagem: Unsplash/Reprodução
Avatar do autor

O estado de Michigan, nos EUA, tem dificultado a atuação de fabricantes de carros elétricos, com exceção da Tesla. Na última semana, autoridades locais introduziram um projeto de lei que impede a comercialização destes automóveis sem um revendedor. Segundo a Associação de Concessionárias de Automóveis do estado, esta legislação pretende reduzir ambiguidades e tornar a competição entre as fabricantes mais justa.

De acordo com um porta-voz da Rivian, fabricante especializada em carros elétricos, o projeto de lei (PL) será votado nesta terça-feira (22). Apesar de ter como objetivo a redução de desigualdades comerciais, a aprovação deste PL vai representar um retrocesso ainda maior na adoção destes automóveis em Michigan.

Afinal, construir uma rede de revendedores é uma tarefa desafiadora e muitas empresas deste setor, inclusive a Tesla, preferem a adoção das vendas diretas — que proporciona uma distribuição mais ampla.

h  Unsplash/Reprodução 

No início deste ano, a empresa de Elon Musk conseguiu vender seus carros sem adquirir licença de revendedor em Michigan. Para tanto, foi realizado um acordo que permitiu a utilização de brechas legais, como registrar veículos em outro local e enviá-los para o estado e realizar serviços sob a orientação de uma subsidiária integral.

A Associação de Concessionárias de Automóveis de Michigan, que representa mais de 600 empresas, acredita que o projeto de lei foi criado para evitar que outra empresa contorne a legislação assim como a Tesla fez e domine o mercado local de carros elétricos.

Estado nos EUA tenta dificultar venda de carros elétricos; Tesla escapa