Toyota anuncia construção da cidade do futuro no Japão

1 min de leitura
Imagem de: Toyota anuncia construção da cidade do futuro no Japão
Avatar do autor

Toyota vai construir um protótipo de cidade do futuro no Japão, que funcionará como laboratório para a condução de testes com casas inteligentes, carros autônomos, robótica, inteligência artificial e novos produtos de mobilidade, entre outras tecnologias. O anúncio foi feito pela montadora na CES 2020, em Las Vegas (EUA).

O projeto, também chamado de Woven City (Cidade Tecida, em tradução livre), será erguido em uma área de 175 acres, localizada na base do Monte Fuji, onde funciona uma fábrica de automóveis que será fechada até o fim do ano.

Segundo o presidente da Toyota Motor Corporation Akio Toyoda, a construção de uma cidade completa desde o início, mesmo em pequena escala, é uma ótima oportunidade para desenvolver tecnologias futuras, conectando pessoas, prédios e veículos por meio de sensores e dados.

(Fonte: Toyota/Divulgação)

As obras da cidade do futuro da Toyota devem começar até o final de 2021 e a ideia é de que os primeiros moradores sejam funcionários da companhia e suas famílias, além de casais de aposentados, comerciantes, parceiros da empresa e cientistas. Posteriormente, a população inicial de 2 mil pessoas pode aumentar, conforme a evolução do projeto.

O design da cidade do futuro

Elaborada pelo arquiteto dinamarquês Bjarke Ingels, responsável pelo edifício 2 World Trade Center em Nova York e pelas sedes da Google em Mountain View e Londres, a cidade do futuro japonesa terá três tipos de ruas: uma para veículos rápidos, outra para motos, scooters e pedestres e a última apenas para pedestres.

Totalmente sustentável, ela terá edifícios feitos de madeira para diminuir a emissão de carbono e energia elétrica obtida a partir de geradores movidos a células de hidrogênio e painéis solares.

Já as residências serão equipadas com robótica doméstica e sensores baseados em inteligência artificial para verificar a saúde dos moradores e cuidar das necessidades básicas. Os deslocamentos serão feitos exclusivamente em veículos totalmente autônomos e com zero emissão de poluentes.

Toyota anuncia construção da cidade do futuro no Japão