A entrega de encomendas através de drones é uma solução imaginada desde que os pequenos veículos voadores começaram a surgir. Além da automatização do processo, o fato de não ficarem parados no trânsito proporciona uma melhor organização do tempo e dos custos da entrega.

Não é algo irreal imaginarmos que em alguns anos receberemos nossas encomendas online em horas, com acompanhamento em tempo real e trazidas por drones. Enquanto isso não acontece, a solução foi utilizada para o transporte entre hospitais de um rim, que logo em seguida foi transplantado em uma mulher nos EUA.

Transplante do futuro

O rim foi coletado na região oeste de Baltimore, acomodado em uma caixa refrigerada especial, e transportado para o Centro Médico da Universidade de Maryland. Quem esperava o órgão era uma mulher de 44 anos, que dependia de sessões de hemodiálise há 8 anos.

O equipamento utilizado para o transporte foi desenvolvido especialmente para esse fim, com monitoramento das condições do órgão e de todo o drone, incluindo altitude, vibração, temperatura e localização. Essas ferramentas foram necessárias para que os sistemas de backup pudessem funcionar de forma eficiente, caso algum rotor parasse ou outro problema mecânico acontecesse.

CNET/Reprodução

Antes da viagem com o rim que foi encaminhado ao transplante, a equipe que desenvolveu o veículo o testou o transporte utilizando um rim real, mas que já não era adequado para o procedimento. Considerando a importância do material carregado, foram instalados até mesmo paraquedas, caso algum problema grave ocorresse durante a entrega.

O projeto do drone é liderado por um dos cirurgiões que realizaram o transplante, Joseph Scalea, que espera aumentar o número de procedimentos do tipo com a nova solução. Em declaração ao CNET, ele disse que "o transporte de órgãos é uma combinação complicada de correios e caros voos fretados, que na minha opinião poderiam ser evitados".

O médico estima que o uso de drones pode encurtar em algumas horas o tempo de entrega dos órgãos, o que na prática aumentaria consideravelmente o número de transplantes realizados. Ainda são necessários aperfeiçoamentos no sistema para que ele funcione de forma confiável, mas as expectativas são as melhores possíveis.