Imagem de: Estudo sugere que carros autônomos podem piorar o trânsito nas cidades

Estudo sugere que carros autônomos podem piorar o trânsito nas cidades

1 min de leitura
Avatar do autor

O analista de trânsito Adam Millard-Ball, da Universidade da Califórnia, Santa Cruz, realizou um estudo que prevê que o trânsito pode vir a piorar substancialmente nas cidades que tiverem carros autônomos em atividade. Isso porque, na tentativa de evitar o pagamento de taxas com estacionamentos, as empresas preferem manter os carros rodando o tempo todo, mesmo que eles estejam desocupados.

De acordo com o estudo, cada hora no trânsito poderia custar 50 centavos de dólar para as empresas (por carro), o que seria uma fração bem pequena comparada ao que elas tivessem de pagar caso enviassem o veículo para um estacionamento. Isso resultará em congestionamentos ainda maiores que os que já ocorrem atualmente.

Para piorar a situação, os carros autônomos ainda são capazes de procurar por vias onde o trânsito já esteja lento, pois, dessa forma, podem economizar combustível/bateria, mesmo não estando estacionados, enquanto aguardam por uma solicitação de corrida. Isso causaria um efeito dominó no trânsito, multiplicando o impacto das retenções.

Além dos problemas apresentados, o estudo ainda foi capaz de sugerir, como possível solução, a aplicação de taxas sobre a permanência desses automóveis nas ruas, dependendo do local, horário de funcionamento e faixas nas quais operam. Outra possibilidade de solução seria criar taxas de estacionamento diferenciadas para os carros autônomos.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Estudo sugere que carros autônomos podem piorar o trânsito nas cidades