A corrida em busca de produzir o primeiro carro voador comercialmente viável pode estar perto de ter um vencedor: é a Terrafugia, uma empresa chinesa que já desenvolve seu veículo com asas chamado Transition há cerca de 10 anos. A novidade, revelada na semana passada, é que o automóvel voador vai ser colocado em pré-venda ainda em outubro, e os primeiros modelos chegarão a seus donos em 2019.

Na ocasião de tempo instável para voo ou para conduzir o carro do aeroporto até onde você deseja ir (ou da sua casa para o aeroporto), o Transition recolhe suas asas e cabe em uma pista normal de ruas ou estradas

A empresa renovou o design para modernizar seu veículo, que pode voar decolando e pousando em pequenas pistas e ter suas asas recolhidas para transitar como um carro nas vias de cidades. O Transition tem lugar para um motorista e um passageiro. Conduzi-lo vai exigir uma licença de piloto de avião, o tal do brevê, fazendo dele mais uma aeronave de pequeno porte do que exatamente um carro que voa.

Apenas para os norte-americanos

A Terrafugia está disponibilizando a venda do Transition apenas nos Estados Unidos e quer explorar a malha de pequenos aeroportos norte-americanos para que os pilotos realizem as decolagens e os pousos do veículo voador. Na ocasião de tempo instável para voo ou para conduzir o carro do aeroporto até onde você deseja ir (ou da sua casa para o aeroporto), o Transition recolhe suas asas e cabe em uma pista normal de ruas ou estradas.

A fabricante chinesa conseguiu desenvolver finalmente seu carro com ajuda da empresa que a detém, a Geely, além de contar com participação da Volvo, as quais contribuíram com dinheiro e novas tecnologias para tirar finalmente o Transition do papel. Se ele vai emplacar entre os consumidores e andar por aí de carro voador vai se tornar normal, aí só o tempo vai dizer.

Cupons de desconto TecMundo: