A Google X, para quem não sabe, é uma espécie de “divisão secreta” da Google responsável por desenvolver as mais avançadas tecnologias que ainda temos dificuldade até de conceber. É coisa de primeira mesmo! E por trás dessa divisão está Sebastian Thrun, que além de ter fundado a Google X é especialista em inteligência artificial e robótica. Ele também ajudou a criar o Google Street View e sabe tudo sobre carros autônomos.

Pelo fato do sistema de propulsão desses veículos aéreos usar diferentes motores, ele se torna mais seguro e é garantia que ele se mantenha no alto caso algo aconteça

Para ele, a visão do futuro pode ser, sim, aquela do filme “De Volta Para o Futuro”, com carros voadores por toda a parte – o cientista já esteve à frente de uma empresa de veículos voadores em 2015, a Kitty Hawk, patrocinada pelo Google, e hoje considera que levar o transporte para o ar vai tornar as coisas mais rápidas, seguras, além de econômica e ambientalmente mais amigáveis.

O futuro é o presente

Thrun acredita que a tecnologia para tamanha façanha já existe. Dois protótipos – chamados Cora e Flyer – já mostraram que é possível conduzir pessoas pelo ar por cerca de 20 minutos e por uma distancia de 80 quilômetros ou mais. Para ele, é o suficiente para realizarmos viagens diárias cotidianas, com ir até o mercado e buscar os filhos na escola.

Thrun garante que as corridas do que seria um taxi voador podem ser ainda mais baratas do podemos imaginar

Pelo fato do sistema de propulsão desses veículos aéreos usar diferentes motores, ele se torna mais seguro e é garantia que ele se mantenha no alto caso algo aconteça. Na fase de testes, o Flyer, por exemplo, voa a apenas 3 metros de altura sobre um corpo de água – assim, caso algum acidente aconteça, o risco é muito menor.

Thrun, no entanto, garante: “Eu voei no Flyer, meu parceiro voou e meu filho que tem 10 anos ainda não voou, mas quer. Obviamente, a segurança é a nossa principal preocupação e temos trabalhado em estreita colaboração com os reguladores. Conforme essa tecnologia amadurece, vai ser mais seguro até do que as pequenas aeronaves já existentes”.

a

Sem machucar o bolso

Ainda não há data para que todas essas maravilhas sejam normalmente oferecidas a usuários comuns, como nós

Outro ponto importante sobre um possível sistema de transporte com carros voadores é o custo. Obviamente, o desenvolvimento dessa tecnologia é algo caro, mas Thrun garante que as corridas do que seria um taxi voador podem ser ainda mais baratas do podemos imaginar: “Parte do nosso sonho na Kitty Hawk é construir um sistema de táxi que possa democratizar essa tecnologia desde o primeiro dia, para que todos possam usá-lo. Acreditamos que os custos do sistema de táxi aéreo seriam ainda menores do que os custos de um Uber ou Lyft”.

Ainda não há data para que todas essas maravilhas sejam normalmente oferecidas a usuários comuns, como nós, mas tudo indica que está muito perto. O futuro já é muito mais visível do que era anteriormente.

Cupons de desconto TecMundo: