Quando se trata de carros autônomos, há controvérsias. Diante dos relatos de acidentes que envolvem esse tipo de veículo, a falta de segurança é o que mais se discute sobre o assunto. Apesar disso, o desenvolvimento dessa tecnologia não para, e observações são feitas para aprimorar ainda mais os sistemas dos veículos e tornar os acidentes mais raros.

Seguindo esse raciocínio, a varejista Kroger e a Nuro  startup desenvolvedora de veículos autônomos  começarão a testar um novo sistema de entregas com um veículo autônomo.

O veículo utilizado na fase iniciais de testes será um Toyota Prius modificado, que terá um motorista a bordo somente para casos eventuais. As entregas serão feitas somente no mesmo ZIP Code (equivalente a CEP) da Kroger, a uma taxa fixa de US$ 6 cada, utilizando o site ou o app da Kroger.

Apesar de não ser a pioneira quando se trata de veículos autônomos, é a primeira vez que há a chance de uma mercearia fazer entregas completamente autônomas. Espera-se que no outono do Hemisfério Norte (nossa primavera) os primeiros carros especializados da Nuro comecem a ser testados.

O Arizona acabou se tornando propício para verificações dessa tecnologia por permitir legalmente que os veículos sejam testados sem a presença de um motorista de segurança; além disso, é pouco povoado, e seu clima é estável. Portanto, não deve ser uma tecnologia que se espalhará rapidamente.