A Uber anunciou nesta segunda-feira (30) que não trabalha mais no desenvolvimento de caminhões autônomos, focando assim todos os seus esforços na criação de carros autônomos. Apesar disso, a companhia afirma que o serviço Uber Freight, que conecta clientes a motoristas de caminhão para transporte de carga, não será afetado pela decisão.

A empresa já contava com alguns modelos de caminhões semiautônomos trafegando por estradas dos Estados Unidos, mas resolveu dar um passo atrás sem dar grandes explicações além da questão de focar esforços em torno dos carros comuns sem motoristas.

Uber quer focar esforços no desenvolvimento de carros autônomos

“Acreditamos que ter toda a energia e a experiência de nossa equipe focada [nos carros autônomos] é o melhor caminho a ser seguido”, escreveu o diretor do grupo de tecnologias avançadas da Uber Eric Meyhofer.

A companhia garantiu que os trabalhadores da divisão de criação de caminhões autônomos serão deslocados para o setor de desenvolvimento de veículos autônomos.