O primeiro navio de carga 100% movido a eletricidade feito na China será utilizado para transportar carvão mineral, segundo uma publicação estatal chamada Chinanews. O carvão será utilizado para abastecer uma usina termoelétrica no sul da China. Apesar da ironia, o estaleiro responsável pela construção da embarcação afirma que será mais barato operar esse navio elétrico do que um equivalente movido a combustíveis fósseis.

Esse veículo conta com mil baterias de íons de lítio, com capacidade somada de 2.400 kilowatt/hora. Para você ter uma ideia da dimensão desse conjunto, um Tesla Model X possui uma bateria de 100 kilowatt/hora e é capaz de percorrer 570 km com uma carga completa. O navio em questão, contudo, só poderá percorrer 80 km com uma carga, mas isso será o suficiente para que ele cumpra seu trajeto fixo, entre um porto de carvão e a termoelétrica na região através de um rio.

navio elétrico chinaInauguração do navio elétrico chinês

O navio mede 70 m de comprimento e 14 m de largura. Segundo a Hangzhou Modern Ship Design & Research Co, empresa responsável pelo projeto, levou apenas um ano para desenvolver e fabricar o navio, e as baterias devem durar cinco anos antes de precisarem ser substituídas. A recarga completa demora 2 horas, basicamente o mesmo tempo necessário para descarregar/recarregar o carvão do barco.

Além dessa embarcação chinesa, outros navios elétricos estão sendo desenvolvidos pelo mundo. De acordo com o Quartz, a operadora de cruzeiros norueguesa Hurtigruten afirmou estar investindo em uma embarcação híbrida para navegar pelos oceanos Antártico e Ártico. Esse barco deve estar pronto até o ano que vem, mas não temos uma previsão mais específica. Além desse, outra empresa de mesma nacionalidade, a Yara International, tornou público o fato de estar desenvolvendo um navio 100% elétrico e autônomo, que seria capaz de navegar sozinho pelos mares em 2020.