Já faz algum tempo que o hacker Geohot vem trabalhando, através da sua empresa Comma AI, para rivalizar as grandes corporações no que diz respeito a criação da direção autônoma para os veículos. Isso veio na forma da EON, uma câmera de painel – como aquelas dos vídeos de acidentes na Rússia – que vem com um imenso potencial.

A peça custa US$ 700 dólares, o que parece muito para uma câmera, mas ela tem algumas cartas na manga: com a ajuda de um aplicativo chamado Chffrplus, o dispositivo poderá servir como sua única ferramenta para que seu carro consiga dirigir sozinho por aí.

EON

Isso porque, como já explicamos aqui, o EON usa dados de navegação para alimentar um sistema de inteligência artificial que está sendo desenvolvido pela Comma AI. A câmera em si não controla nada, apenas coleta e transmite dados de telemetria e localização – tudo sobre uma base opensource, é claro.

Holtz deixa claro que a ideia é competir com a indústria automotiva: “Estou fazendo isso para vencer as empresas de carros. Não quero viver em um mundo em que exista um sistema da Audi e um sistema da GM”.

EON

O argumento do rapaz é que, embora a indústria saiba construir o hardware, eles falham no software. Ainda assim, a evolução da EON que vai chegar e permitir que qualquer carro dirija de forma autônoma está por vir.