Um dos conceitos básicos que são necessários para que carros autônomos finalmente cheguem às ruas é a conectividade. A Qualcomm está fortemente envolvida com o conceito V2X (vehicle-to-X), que é a comunicação do veículo com infraestrutura e outros carros, lançando o chipset 9150 C-V2X, que promete trazer conexão 4G e já vai estar preparada para o 5G no futuro.

A ideia é que a tecnologia já esteja disponível em 2019, para ser testada em 2018. Montadoras estão se preparando para usar os chips: tanto a Audi quanto o grupo PSA (Dona da Peugeot e Citröen) já estão na fila de espera para usar o novo chipset da Qualcomm.

Esquema de v2x

A diferença da conectividade proposta pela empresa e de operadoras de telefonia é que o da Qualcomm é baseada em um espectro 5,9 GHz, voltado para comunicação em curta distância sem a necessidade de depender de uma rede móvel convencional.

Apesar de ainda não estar disponível, a tecnologia 5G será suportada pelo chipset – o que vai ajudar a escalar a tecnologia de vez, visto que a largura de banda vai permitir um fluxo muito maior de informações. Isso é essencial para que os veículos consigam tanto enviar dados para infraestruturas quanto receber em um tempo hábil para que os sistemas autônomos consigam tomar decisões.