A pergunta de quanto realmente custa uma corrida do Uber foi o estopim para algo ainda maior: descobrir quanto a Uber Technologies Inc. realmente vale – e essa resposta, sim, vale muito para os investidores da empresa.

A empresa, que reportou uma perda financeira de US$ 708 milhões em seu último relatório de resultados, ainda não conseguiu provar que é realmente rentável – mesmo sendo considerada a maior plataforma de ride hailing do mundo.

Enquanto a Benchmark revelou no Twitter recentemente que a expectativa era de que a Uber poderia ultrapassar os US$ 100 bilhões de valor de mercado, os investidores não estão tão otimistas: eles acreditam que a companhia pode valer menos de US$ 68 bilhões, valor estimado em uma avaliação anterior.

Entre as ações que estão impedindo que a empresa realmente decole e se torne rentável, alguns especialistas apontam que a abordagem mais agressiva para ganhar mercado, na forma de viagens subsidiadas, cobra seu preço no fechamento de balanço.

O que deixa tudo ainda mais grave é que o a participação de mercado da empresa pode estar inflada em função dos bônus: muitos clientes podem estar usando o serviço apenas porque está extremamente barato ou, em alguns casos, porque está de graça.

A política de manter o custo das viagens mais baixo também é um problema que o conselho de diretores da empresa não conseguiu resolver até agora. Em uma avaliação feita em 2015 por Huber Boran, um consultor da área de transporte, constatou que os passageiros estavam pagando apenas 41% do custo real do transporte – a conta simplesmente não fecha.

É esperado, no entanto, que a chegada de um novo CEO ajude a empresa a entrar nos trilhos novamente, além de, talvez, finalmente ficar numa situação em que possa se dizer o quanto a Uber vale de verdade.