A Agência de Proteção Ambiental norte-americana (EPA) fez o que a Tesla não tinha interesse em fazer até agora: divulgar os dados de desempenho do seu mais novo veículo, o Model 3.

Segundo os dados de uma avaliação preliminar do órgão, as baterias de íon-lítio do carro, que permitem que ele tenha uma autonomia de 500 quilômetros, tem 350 volts e uma capacidade máxima de 80,5 kWh.

A potência enviada para os eixos traseiros do veículo é o equivalente a 260 cavalos entregues graças aos motores elétricos, que ajudam o Model 3 a acelerar de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos.

Esses dados são da versão de autonomia longa do carro, que custa US$ 44 mil (aproximadamente R$ 137 mil) – a versão padrão, mais básica e vendida por US$ 35 mil (R$ 109 mil) não foi avaliada pela EPA, pelo menos por enquanto.