O CEO da Tesla, Elon Musk, afirmou que cerca de 63 mil pessoas desistiram de seus pedidos do Model 3 desde que o carro foi anunciado no ano passado. A informação foi dada durante uma reunião sobre os resultados trimestrais da companhia.

Musk disse que os pedidos foram de 518 mil para cerca de 455 mil no não passado. No entanto, o executivo minimizou o impacto dos cancelamentos ao reforçar que, desde o evento de entrega das primeiras 30 unidades, a companhia vem recebendo, em média, 1,8 mil novos pedidos diariamente.

O CEO disse também que a Tesla poderia aumentar ainda mais o número de reservas sem um esforço muito expressivo, mas que isso não serviria muito para a empresa ou para os potenciais clientes – se referindo ao processo de produção do veículo que, segundo ele mesmo, será “um inferno” pelos próximos seis meses.

“É como se você fosse a um restaurante e eles estivessem servindo hambúrguers e já existesse uma espera de uma hora e meia – você realmente encorajaria as pessoas a pedirem mais hambúrguers?”, explicou Musk.

A expectativa é que a Tesla consiga impulsionar sua produção para 20 mil unidades até dezembro.