10 curiosidades interessantes sobre o Coringa de Heath Ledger

Imagem de: 10 curiosidades interessantes sobre o Coringa de Heath Ledger
Imagem: Warner Bros. Pictures

O Coringa é um dos vilões mais terríveis conhecidos pelo público. Criado por Jerry Robinson, Bill Finger e Bob Kane, o personagem apareceu pela primeira vez em 1940 nas páginas das revistas iniciais do Batman.

Com um visual característico e um jeito canastrão, nos cinemas ele já foi interpretado por diversos atores, como Jack Nicholson, Cesar Romero, Jared Leto e, mais recentemente, por Joaquin Phoenix.

Em 2008, com o lançamento de Batman: o cavaleiro das trevas, o australiano Heath Ledger surpreendeu o público com uma interpretação ousada do personagem. Infelizmente, nesse mesmo ano, Ledger faleceu sendo vítima de uma intoxicação acidental.

Abaixo, você pode conferir algumas curiosidades interessantes sobre o Coringa de Heath Ledger. Continue a leitura e confira!

10. Inicialmente recebeu muitas críticas

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

Depois de lançar Batman Begins em 2005, Christopher Nolan já estava planejando uma sequência que contaria com a aparição do Coringa. Por se tratar de uma figura bastante complexa, muitos atores estavam de olho no papel.

Quando Nolan escolheu Heath Ledger, muitas críticas surgiram, tanto da imprensa quanto do público. Isso porque a maioria só conhecia o trabalho do ator em comédias românticas e filmes dramáticos, como O Segredo de Brokeback Mountain (2005).

9. Inspiração no Coringa de Jack Nicholson

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

Segundo entrevistas com o ator, ele se inspirou em diversos personagens marcantes do cinema, como Alex Delarge, de Laranja Mecânica, vivido por Malcolm McDowell, e até mesmo na interpretação potente de Jack Nicholson como Coringa em Batman (1989).

Para Ledger, Nicholson o fascinava por ter conseguido extrair alguns detalhes quase imperceptíveis do personagem nos quadrinhos.

8. O diário do Coringa

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

Durante o período de estudos para interpretar o Coringa da melhor forma possível, Ledger se divertiu ao escrever um diário que seria atribuído ao personagem. Nas páginas, havia muitas anotações visuais e até imagens perturbadoras.

O material se tornou um conjunto de fotografias aleatórias, mas que faziam muito sentido para a loucura do vilão de Batman. Entre fotos de bebês, símbolos e desenhos, algumas anotações quase ilegíveis também estavam expostas.

7. Brigas reais

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

Durante as filmagens, Ledger decidiu que não usaria dublês em boa parte das cenas. Além disso, para deixar tudo ainda mais real, ele conversou com Christian Bale, seu colega de elenco, autorizando-o a bater de verdade neles nos embates entre Batman e Coringa.

Há relatos de que alguns golpes de Bale realmente provocaram dor em Ledger, mas tudo foi feito em nome da arte.

6. Os aplausos improvisados

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

Embora Nolan tivesse um controle criativo de  filme, o cineasta também estava disposto a extrair momentos improvisados de elenco. Nesse sentido, Ledger foi um dos que mais se aproveitaram disso durante as filmagens.

Inclusive, uma das cenas mais lembradas pelos fãs — quando o Coringa é mantido sob cárcere, e Jim Gordon (Gary Oldman) é nomeado como novo comissário da polícia — foi totalmente improvisada. Ao ver a felicidade dos outros personagens, o Coringa passou a aplaudir o que via, mesmo que estivesse preso.

5. O nome da enfermeira

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

Outra cena icônica mostra o Coringa tentando se disfarçar como enfermeira para “cuidar dos ferimentos” de Harvey Dent (Aaron Eckhart). Acontece que no crachá é possível visualizar o nome da enfermeira em questão: Matilda.

Muito provavelmente, foi o próprio Ledger que sugeriu esse nome escrito ali, tendo em vista que a filha dele também se chama Matilda.

4. A maquiagem do personagem

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

De acordo com relatos dos bastidores, foi Ledger quem sugeriu o design de maquiagem do personagem dele. Embora gostasse muito do Coringa de Jack Nicholson, para ele o vilão deveria ter uma aparência mais desleixada, que representasse de forma visceral toda a sua loucura.

Ao que tudo indica, ele teria feito os primeiros testes com a tinta mais barata que conseguiu comprar. Outros relatos afirmam que Maggie Gyllenhaal e Michael Caine se impactaram quando viram o ator caracterizado pela primeira vez.

3. O Coringa mais jovem do cinema

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

Além de ter sido o ator mais jovem a interpretar o Coringa, aos 28 anos de idade, ele quebrou um estereótipo recorrente em Hollywood sobre os vilões de grandes filmes do cinema serem apenas homens de meia-idade.

A partir de sua interpretação, muitos cineastas passaram a dar mais chances a atores com menos de 30 anos em papéis antagônicos.

2. Ele poderia não ter sido o Coringa

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

Inicialmente, quando Nolan passou a fazer os primeiros testes para Batman Begins, Ledger se interessou bastante pelo papel do protagonista, competindo em testes com Henry Cavill e Jake Gyllenhaal. Christian Bale acabou sendo escolhido, mas Ledger não foi descartado, tendo sido convidado para atuar como Coringa alguns anos depois — que vamos combinar? Acabou se tornando o ponto central do longa.

1. Heath Ledger ganhou um Oscar póstumo pelo papel

(Warner Bros. Pictures/Reprodução)(Warner Bros. Pictures/Reprodução)Fonte:  Warner Bros. Pictures 

Por fim, é válido destacar que Batman: o cavaleiro das trevas (2008) fez bastante sucesso, faturando mais de US$ 1 bilhão mundialmente. Desse modo, a atuação de Heath Ledger como Coringa rendeu diversos prêmios a ele, incluindo o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante de 2009.

Como Ledger faleceu em 2008, antes mesmo do lançamento da produção, a família é quem ficou com a estatueta, a qual está marcada como a primeira entregue para um ator em filme de super-herói.

Gostou do conteúdo? Então continue ligado aqui no Minha Série para saber tudo sobre o mundo do cinema!

Fontes

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.