She-Ra: veja 11 curiosidades sobre a princesa guerreira

Imagem de: She-Ra: veja 11 curiosidades sobre a princesa guerreira
Imagem: Mattel

Depois do sucesso estrondoso de He-Man na década de 1980, a irmã gêmea do herói foi criada para atrair um novo público para o universo e, até os dias atuais, She-Ra, a Princesa Guerreira, é um marco na história das animações.

A personagem ganhou nos últimos anos um reboot pela Netflix e continua fazendo um sucesso entre os jovens devido à sua postura determinada e graciosa. Assim, nós separamos 11 curiosidades sobre a princesa guerreira para você conhecer.

11. Ela foi feita a partir de uma parceria entre a Mattel e a Filmation

(Fonte: Mattel/Divulgação)(Fonte: Mattel/Divulgação)Fonte:  Mattel 

Um detalhe muito importante que foi percebido pela companhia Mattel no auge da animação He-Man era que mais de 30% dos telespectadores eram do gênero feminino e, por isso, ela se juntou com a produtora Filmation para desenvolver a princesa.

Assim, a irmã gêmea do guerreiro, She-Ra, foi desenvolvida para atrair e cativar ainda mais as garotas que precisavam de uma representação forte na TV.

10. Sua criação criou um dilema nas lojas de brinquedos

(Fonte: Mattel/Divulgação)(Fonte: Mattel/Divulgação)Fonte:  Mattel 

Uma outra curiosidade interessante sobre a personagem é que, com o lançamento dela, a Mattel a nomeou de “boneca de ação da moda” e, por isso, as lojas não sabiam onde colocá-la.

Assim, o dilema girava em torno de colocar o brinquedo próximo às Barbies e outras bonecas famosas da época, ou deixá-la perto dos personagens de ação como seu próprio irmão.

9. Ela é a irmã perdida de He-Man

(Fonte: Mattel/Divulgação)(Fonte: Mattel/Divulgação)Fonte:  Mattel 

Como comentamos no início do artigo, She-Ra é a irmã gêmea do guerreiro de Grayskull, mas o que muitos não sabem é que, na verdade, ela estava perdida e vivendo uma vida totalmente diferente.

A guerreira é o alter-ego de Adora, irmã de Adam, e depois de ser levada pela Horda, ela acabou deixando o seu passado para trás, assim como o seu querido irmão.

8. She-Ra impulsionou as vendas da Barbie

(Fonte: Mattel/Divulgação)(Fonte: Mattel/Divulgação)Fonte:  Mattel 

Uma das estratégias mais comuns pelas lojas de brinquedos no milênio passado era a de lançar uma coleção secundária para dar mais destaque à principal e, com a princesa guerreira, não foi diferente.

A Mattel não sabia como impulsionar novamente as vendas da Barbie e decidiu lançar She-Ra também como uma forma de fazer isso, conseguindo bons resultados nas vendas.

7. She-Ra foi a melhor escolha para liderar a rebelião

(Fonte: Mattel/Divulgação)(Fonte: Mattel/Divulgação)Fonte:  Mattel 

Depois de abandonar Eternia e passar a viver em Etheria e, posteriormente, na Horda, como Adora, a princesa guerreira retornou para o seu irmão quando retomou suas lembranças, mas sabia que precisava ajudar o lugar onde viveu sem ser a guerreira.

Assim, ela retornou para Etheria e, por ter informações privilegiadas sobre a Horda, uma vez que havia feito parte da organização, foi a melhor escolha para liderar a rebelião.

6. She-Ra deveria usar uma máscara

(Fonte: NBC/Divulgação)(Fonte: NBC/Divulgação)Fonte:  NBC 

Uma das ideias originais da Mattel para She-Ra, e que ainda foi colocada em prática no lançamento da boneca, é que ela usaria uma tiara que, ao ser colocada de cabeça para baixo, se tornaria uma máscara.

No entanto, a companhia de brinquedos acabou deixando essa ideia de lado depois da estratégia fracassar nos grupos focais que experimentaram as versões originais.

5. A DC Comics fez uma edição da personagem

(Fonte: NBC/Divulgação)(Fonte: NBC/Divulgação)Fonte:  Mattel 

Uma curiosidade que poucos fãs sabem, principalmente os mais recentes, é que a DC Comics já chegou a desenvolver uma edição de quadrinhos focados na personagem, mas de uma maneira diferente.

Na edição, a história original foi preservada pela DC, mas She-Ra foi apresentada de uma forma totalmente diferente para o público, com um toque muito mais sério, direto e um tanto sombrio, sendo destinado ao público adulto.

4. Os padrões de lançamento da época a tornaram amigável

(Fonte: DreamWorks/Divulgação)(Fonte: DreamWorks/Divulgação)Fonte:  DreamWorks 

A princesa guerreira é provavelmente uma das personagens mais gentis e doces de todas as animações, mas o que muitos não sabem é que isso não foi pensado intencionalmente pela produtora.

O que acontece é que, para o padrão de lançamento da época, ela precisava sobrepor a postura gentil sobre a violenta, o que a tornou uma personagem amigável.

3. Alguns culparam She-Ra pela queda nas vendas do He-Man

(Fonte: Mattel/Divulgação)(Fonte: Mattel/Divulgação)Fonte:  Mattel 

Mesmo que isso não tivesse sido pensado inicialmente, houve uma certa rivalidade entre She-Ra e He-Man, principalmente nas vendas dos brinquedos, uma vez que as vendas do herói despencaram alguns meses após o lançamento da princesa.

Assim, muitos trabalhadores do departamento do guerreiro de Grayskull culparam a nova personagem pela queda nas vendas dos colecionáveis de He-Man.

2. Sua espada é absurdamente poderosa

(Fonte: Mattel/Divulgação)(Fonte: Mattel/Divulgação)Fonte:  Mattel 

Assim como o seu irmão, Adora possui uma espada mágica que traz à tona o alter-ego da Princesa Guerreira, também conhecida como Espada da Proteção.

E essa espada é o que dá a ela todos os seus poderes, além de conceder habilidades de transformação magníficas que conseguem tornar vilões em heróis.

1. Seu principal poder é a empatia

(Fonte: NBC/Divulgação)(Fonte: NBC/Divulgação)Fonte:  Mattel 

Embora She-Ra tenha muitas habilidades de guerreira devido à sua espada, o seu principal poder não vem da arma, mas, sim, do seu próprio coração, uma vez que a empatia dela é a habilidade mais importante e o ponto central de toda a criação da personagem.

Você já sabe 11 curiosidades incríveis sobre a princesa guerreira She-Ra e, agora, nós queremos saber: qual foi a mais surpreendente para você?