Dexter: New Blood 1x10 - tudo sobre o final da série (recap)

Imagem de: Dexter: New Blood 1x10 - tudo sobre o final da série (recap)
Imagem: Showtime

Diante de várias questões para serem trabalhadas em um único episódio, os roteiristas de Dexter: New Blood seguiram por um caminho bastante interessante que revela muitas coisas para o público que vem acompanhando a série revival desde o início de novembro do ano passado.

Dessa forma, descubra mais detalhes do episódio 1x10 de Dexter: New Blood lendo nosso recap completo!

(Showtime/Reprodução)(Showtime/Reprodução)Fonte:  Showtime 

Um final digno para Dexter: New Blood

O intitulado “Sins of the Father” (Pecados do Pai, em uma tradução livre) se inicia com Angela (Julia Jones) chegando à antiga casa de Dexter (Michael C. Hall), que naquele estágio já estava totalmente destruída por conta do incêndio provocado por Kurt (Clancy Brown).

Apesar disso, a policial também está preocupada com o sumiço de Molly Park (Jamie Chung), a podcaster que se tornou uma das vítimas do serial killer de Iron Lake.

Com a hipótese de que o incêndio na casa de Dexter foi criminoso, ela ordena que sua equipe recolha evidências. Dessa forma, o personagem já especula com Harrison (Jack Alcott) sobre a possibilidade de mudança para uma outra cidade, tendo em vista que Iron Lake não parece mais tão propícia para a nova vida que ambos querem levar.

Contudo, durante a investigação de Angela na casa de seu namorado, há evidências que provam que Dexter é o responsável pela morte de Matthew Caldwell (Steve M. Robertson), algo visto logo no episódio de estreia e que desencadeou o ódio que Kurt sentia pelo protagonista titular. Angela não demora muito para encurralá-lo e decretar sua prisão.

Embora continue negando sua participação no crime, Angela parece confusa sobre tudo o que descobriu sobre Dexter, tendo em vista que já sabia sobre sua verdadeira identidade. Para que não restasse qualquer dúvida, a personagem se alia a Angel Batista (David Zayas), que fica surpreso ao descobrir que Dexter ainda está vivo.

Angela confronta seu namorado mais uma vez munida com todas as evidências que conseguiu com Batista. É nesse ponto que ele revela o que aconteceu com Kurt e fala sobre os crimes de seu antigo inimigo. Disposta a acreditar mais uma vez em seu amado, a policial vai em busca das provas. Dexter, no entanto, consegue escapar da custódia da polícia depois de matar Logan (Alano Miller).

Ele corre até Harrison, implorando para que seu filho fugisse ao seu lado. Mas Harrison parece incomodado com o fato de Logan ter sido assassinato para que uma eventual fuga ocorresse. Por perceber tudo o que havia acontecido em sua vida até aquele ponto e a relação que cultivava com seu pai, Harrison aponta uma arma a Dexter e com lágrimas nos olhos atira contra ele.

(Showtime/Reprodução)(Showtime/Reprodução)Fonte:  Showtime 

Angela chega poucos minutos após esse acontecimento brutal e permite que Harrison fuja. Ela então liga para seus colegas para relatar um tiroteio “que envolveu uma policial”, levando a culpa por matar Dexter e alegando legítima defesa.

Posteriormente, Harrison encontra uma carta que Dexter havia escrito sobre o amor que sentia pelo filho. Ele desejava ser uma pessoa melhor para Harrison, embora não tenha conseguido.

O que você achou do final da série?