The Witcher: o que são os monólitos na 2ª temporada da série?

Imagem de: The Witcher: o que são os monólitos na 2ª temporada da série?
Imagem: IMDb

A 2ª temporada de The Witcher trouxe muito mais elementos da fantasia para a série da Netflix. Entre eles, estão os monólitos, utilizados para abrir portais para outros mundos. Um elemento central na maneira como a trama evolui nos novos episódios e que serviu para a vilã Voleth Meir trazer monstros de outra dimensão para Kaer Morhen.

Mas o que são esses monólitos? No universo de The Witcher, essas pedras são capazes de conectar mundos de diferentes dimensões. É graças a eles que diferentes criaturas passaram a habitar o mesmo mundo, pois a Conjunção das Esferas — um evento cataclísmico que uniu os mundos de monstros, homens e elfos — só pode ocorrer devido aos portais abertos através dos monólitos.

A Conjunção das Esferas deve ser melhor explorada durante o spin-off The Witcher: Blood Origin, que irá mostrar a origem dos primeiros bruxos do universo de The Witcher.

Possível monólito que deve ser apresentado em 'The Witcher: Blood Origin'.Possível monólito que deve ser apresentado em 'The Witcher: Blood Origin'.Fonte:  Netflix 

Vale destacar que os monólitos não foram criados para a série da Netflix. Embora eles não apareçam nos livros de Andrzej Sapkowski, no jogo The Witcher 3: Wild Hunt eles foram utilizados para ampliar o universo da franquia.

O jogo conta com 10 monólitos (ou obeliscos), que precisam ser visitados pelos jogadores para completar uma missão na Torre do Mago. Embora não haja muita explicação sobre o que eles são, nas suas proximidades existem diferentes criaturas que precisam ser derrotadas.

A série — e seu derivado — deverá mostrar mais sobre os monólitos no futuro. O que se sabe até o momento é que, através deles, é possível se conectar com outras dimensões. Se existem outras formas de utilizá-los ou se eles podem ser destruídos ainda não é possível dizer.

Todos os episódios da segunda temporada de The Witcher já estão disponíveis na Netflix.

Fontes