Maid: 7 séries parecidas com a produção da Netflix

Imagem de: Maid: 7 séries parecidas com a produção da Netflix
Imagem: Netflix

Desde que foi lançada na Netflix, a minissérie Maid vem conquistando os assinantes da plataforma de streaming com sua trama repleta de momentos verdadeiramente tocantes.

Na narrativa, ao se livrar de um ex-namorado abusivo, Alex (Margaret Qualley) precisa fugir. Para sustentar a si mesma e a filha, sem contar com a ajuda de ninguém, ela começa a trabalhar como doméstica, percebendo que as coisas podem ser mais complicadas do que ela imaginava.

Se você gostou deste drama potente — que conta com apenas dez episódios —, não pode deixar de conferir outras produções igualmente cativantes também disponíveis em outras plataformas.

Veja 7 séries parecidas com Maid!

7. Jane the Virgin

(The CW/Reprodução)(The CW/Reprodução)Fonte:  The CW 

Apesar de ser envolta em diversas nuances cômicas, Jane the Virgin é uma série que traz diversos elementos parecidos com Maid, afinal, no núcleo central também há uma jovem mãe tentando dar o melhor de si para seu filho.

No entanto, sua gravidez aconteceu acidentalmente por meio de inseminação artificial. Assim como Alex, Jane (Gina Rodriguez) também é aspirante a escritora e possui uma imaginação extremamente fértil em todos os sentidos. A produção também explora as relações familiares da protagonista, principalmente quando a mãe dela está envolvida.

6.  Gilmore Girls

(The CW/Reprodução)(The CW/Reprodução)Fonte:  The CW 

Com sete temporadas emocionantes, a série de Amy Sherman-Palladino cativou o público com uma narrativa delicadamente profunda e personagens incríveis. Na pequena Stars Hollow, Lorelai Gilmore (Lauren Graham) se refugiou depois de engravidar com apenas 16 anos. Apesar de ser filha de duas figuras bastante ricas, a garota decidiu trilhar seu próprio caminho e conquistar autonomia.

Porém, quando sua filha, Rory Gilmore (Alexis Bledel) consegue uma vaga em uma escola bastante importante e ao mesmo tempo caríssima, ela precisará recorrer aos pais para pagar os estudos.

5. The Letdown

(ABC/Reprodução)(ABC/Reprodução)Fonte:  ABC 

Nessa série transmitida inicialmente pela ABC, os espectadores conhecem Audrey (Alison Bell), uma jovem mãe que busca ajuda em um grupo de mães para tentar descobrir o que é preciso para tirar de letra essa função tão inesperada em sua vida.

Assim como na minissérie da Netflix, The Letdown mostra como os relacionamentos com familiares e parceiros românticos podem ser intensamente complexos, principalmente quando se leva em consideração as questões sociais muito sérias que também são bastante discutidas na atualidade.

4. One Day at Time

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

Depois de viver tantos traumas em sua vida, Penelope Alvarez (Justina Machado) tenta se reconstruir à sua maneira, contando com o apoio de seus familiares mais próximos, bem como vizinhos e amigos. Em todos os episódios, fica nítido como a personagem possui questões internas muito profundas que ainda precisam ser trabalhadas, algo que afeta diretamente todas as suas relações.

Com um toque de humor e uma boa pitada de drama, a série da Netflix se tornou uma das mais populares nos últimos anos, trazendo temas interessantes para serem discutidos com os espectadores.

3. SMILF

(Showtime/Reprodução)(Showtime/Reprodução)Fonte:  Showtime 

Caminhando por nuances de comédia, SMILF é uma série baseada em um curta-metragem homônimo, na qual uma jovem mãe enfrenta todos os tipos de adversidades, sejam elas financeiras ou emocionais, para sustentar a si mesma e seu filho.

O mais curioso em todos esses aspectos é a construção da personagem, que possui alguns acessos de raiva em alguns momentos, fazendo com que as coisas que já estavam difíceis fiquem ainda mais. Em linhas gerais, a produção lembra muito as nuances dramáticas de Maid, sobretudo pelo jeito que a protagonista é apresentada.

2. Raising Dion 

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

Seguindo uma linha mais fantástica, Raising Dion aborda a relação complexa de Nicole (Alisha Wainwright) e seu filho Dion (Ja'Siah Young), quando ele começa a desenvolver suas habilidades sobrenaturais em determinado ponto da narrativa.

Aos poucos, ela percebe que criá-lo sozinha pode ser mais complicado do que havia imaginado antes, principalmente por todas essas questões específicas que Dion necessita enquanto uma criança com superpoderes. O elenco ainda conta com as participações de Michael B. Jordan, Jason Ritter, Jazmyn Simon, Ali Ahn, Donald Paul e Justice Leak.

1. Better Things

(FX/Reprodução)(FX/Reprodução)Fonte:  FX 

Para fechar essa lista de indicações, não poderíamos deixar de mencionar essa série tão interessante. Criada por Pamela Adlon e Louis C.K., com muito humor e simpatia, a produção do FX conquistou os espectadores com as duas temporadas lançadas até o momento.

Na trama, Sam (Pamela Adlon) é uma mulher bastante comum, que trabalha ocasionalmente como atriz e possui sonhos diversificados. Ela cria seus filhos sozinha, sem contar muito com o apoio de outros familiares.

É notável perceber como a personagem se desmonta em todos os papéis que precisa desempenhar para dar conta de tudo o que precisa fazer, mostrando que a maternidade não consiste em nenhum mar de rosas.