Dicas de séries e filmes da semana: O Som do Silêncio

Imagem de: Dicas de séries e filmes da semana: O Som do Silêncio
Imagem: Amazon Prime Video/Reprodução

Não sabe o que assistir no meio de tantas produções e serviços de streaming diferentes? Não se preocupe! O Minha Série dá início, nesta sexta-feira (09), ao quadro Dicas de Séries e Filmes da semana. Como o nome sugere, toda semana indicaremos uma produção audiovisual diferente para você curtir no conforto do seu lar.

E a primeira indicação será O Som do Silêncio (Sound of Metal no original). Dirigido por Darius Marder e lançado no final do ano passado pelo Amazon Prime Video, o longa-metragem de drama retrata as dores e superação (ou não) do baterista Ruben (Riz Ahmed), que se depara com um problema grave de perda de audição.

A produção narra a luta do protagonista para entender esse novo mundo e sua própria condição de surdez. A trama é interessante porque introduz outros elementos na narrativa como o vício, amor, amizade e orgulho.

A maior virtude do filme, porém, é a forma com que ele trata o som. O elemento – que é percebido por um dos sentidos mais aguçados dos seres humanos, que é audição – é trabalhado de uma forma tecnicamente impecável.

Cotado no Oscar

O drama pesado e intimista de O Som do Silêncio está sendo reconhecido pela crítica mundo afora. Ele recebeu 6 indicações no Oscar 2021, nas categorias: Melhor Filme; Melhor Ator (Riz Ahmed); Melhor Ator Coadjuvante (Paul Raci); Melhor Roteiro Original; Melhor Montagem e Melhor Som.

A expectativa é de que ele ganhe pelo menos nas chamadas categorias técnicas, principalmente melhor som. O contraste entre as cenas em que há ruído na tela e quando o silêncio é absoluto gera experiências sensoriais marcantes.

O Som do Silêncio

Para fazer o trabalho impecável de som, a equipe do filme conta com Jaime Baksht e Michelle Couttolenc, que também foram indicados aos BAFTA 2021 pela performance no longa-metragem. A mixagem, que foi feita em 10 semanas, ainda conta com Carlos Cortés Navarrete, profissional em ascensão em Hollywood que já foi indicado a várias premiações.

Visibilidade

Outra parte importante do filme é sua visibilidade para pessoas que possuem deficiência auditiva. Sem dar muitos spoilers, o protagonista precisa aprender a lidar com a surdez e passa a conviver com pessoas que compartilham da mesma questão.

Para tornar o enredo mais verossímil, dezenas de pessoas do elenco são surdas e se comunicam a partir da American Sign Language (ASL), a equivalente em inglês da nossa Língua Brasileira de Sinais (Libras). O protagonista aprendeu ASL para filmar o longa-metragem.

O Som do Silêncio

Entre os atores está Paul Raci, que interpreta o personagem Joe. Apesar de não ser surdo, ele tem familiares que são e levanta a bandeira da comunidade Child of Deaf Adults (CODA), que é formada por pessoas que foram criadas por pais ou responsáveis com deficiência auditiva.

Quem curtirá o filme?

O Som do Silêncio pode ter um apelo forte para quem gostou de filmes dramáticos como Cisne Negro, Cadillac Records e principalmente Whiplash: Em Busca da Perfeição.

Outra comparação é com Um Lugar Silencioso. Apesar dos gêneros completamente diferentes, ambos trabalham de maneira elogiável a edição e mixagem de som.

O Som do Silêncio

De maneira geral, contudo, é possível dizer que todas as pessoas maiores de 14 anos (censura do filme) podem curtir O Som do Silêncio. Os fãs de dramas encontrarão na produção uma ótima fonte de reflexão sobre a condição humana.

Fontes

Dicas de séries e filmes da semana: O Som do Silêncio