Imagem de: Microsoft vai ensinar profissionais em TI a usar o Linux integrado ao Azure

Microsoft vai ensinar profissionais em TI a usar o Linux integrado ao Azure

1 min de leitura
Avatar do autor

A Microsoft anunciou nesta quarta-feira (9) a criação do Microsoft Certified Solutions Associate (MCSA), um programa destinado a profissionais de TI cujo objetivo é gerar certificações para uso do Linux integrado junto da suíte de serviços em nuvem Azure.

Se, antes, a empresa fundada por Bill Gates disputava a todo custo a popularização de seu sistema enquanto software principal do usuário, hoje o foco parece estar na integração entre mais e mais plataformas. Prova disso é a própria gênese do MCSA – a Linux Foundation, além da Microsoft, participou também do desenvolvimento do curso.

“Na atualidade, os ambientes em TI exigem dos profissionais mais do que nunca, e aqueles capazes de lidar com esta nova conjuntura se destacam dentre os demais técnicos”, apontou Jim Zemlin, diretor-executivo da Linux Foundation. Grosso modo, quer dizer que a Microsoft busca, ainda, incentivar o uso do Azure emparelhado ao Linux para concorrer com os serviços em nuvem da Amazon e Google, por exemplo.

Ascendência profissional

A versão de testes do Azure tem sido baixada por cada vez mais entusiastas. Entretanto, segundo a própria Microsoft, poucos usuários têm assinado a edição premium do pacote. O MCSA, desta forma, funciona como um treinamento aos profissionais de TI no uso da suíte e quer, ainda, capacitar profissionais para o entendimento dos dois SOs.

“Profissionais que podem executar ambos os sistemas, o Linux e o Windows, bem como entender os ambientes híbridos e o desenvolvimento por trás dos softwares, se destacam em sua área de atuação, recebem melhores pagamentos e podem ascender profissionalmente”, comenta também Zemlin.

Mais detalhes sobre o Azure podem ser conferidos nesta página. A publicação feita pelo executivo da Linux Foundation pode ser acessada por aqui, em inglês.

...

Quais serviços em nuvem você usa? Comente no Fórum do TecMundo

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Microsoft vai ensinar profissionais em TI a usar o Linux integrado ao Azure