(Fonte da imagem: Reprodução/WMPowerUser)

A ideia de que a Microsoft pretendia anunciar a unificação dos sistemas operacionais da empresa era algo praticamente certo, mas não foi bem isso que aconteceu. Só que a notícia ainda é boa: durante a conferência para desenvolvedores Build 2014, a empresa anunciou uma novidade bem parecida que vai agradar a consumidores e criadores de serviços.

A empresa anunciou os apps "universais" para Windows, o que significa que desenvolvedores agora podem criar uma única ferramenta que rode nos mais diversos sitemas operacionais da empresa em PCs, tablets, smartphones e até no Xbox One.

Todos saem ganhando

Com a facilidade na criação e publicação (apps do Windows 8 e do Windows Phone 8 já utilizavam o mesmo kernel), será possível escolher entre deixar uma resolução de tela para todos os dispositivos ou deixar a interface adaptável, reutilizar códigos para poupar tempo e ampliar a produção. Além disso, será possível converter aplicativos já existentes no Microsoft Visual Studio e lançá-los nesse esquema universal na Windows Store.

Os consumidores também ganham com a novidade: comprar um app na loja do Windows Phone, por exemplo, fará com que ele fique disponível em todas as outras plataformas, sem que seja necessário gastar mais.

O console entra na roda

Mas surpreendente mesmo foi o anúncio de que o Xbox One também fará parte dos apps universais, mesmo que a integração ainda não tenha previsão para começar (e é possível que leve até alguns meses).

Mesmo assim, o surgimento de apps em conjunto com a loja do console está confirmada. Para desenvolvedores, será mais fácil criar ferramentas que, apenas no Xbox One, usem funcionalidades especiais com o controle e o Kinect.

Cupons de desconto TecMundo: