(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

Você já deve ter visto uma grande quantidade de notícias que apontam o Windows 8 com resultados inferiores ao que era esperado pela Microsoft. Até mesmo algumas fabricantes de computadores voltaram a apostar no Windows 7, mostrando que a versão mais recente do sistema operacional não está agradando a todos. Pensando nisso, a empresa norte-americana pode estar prestes a baixar os preços do sistema.

Segundo informações publicadas no site Bloomberg, fontes ligadas à Microsoft afirmam que o Windows 8 pode ter cortes de até 70% no preço cobrado pelas licenças OEM — licenças originais do sistema operacional, cedidas apenas às fabricantes de computadores que adquirem grandes quantidades do produto. Isso significa que licenças que custavam US$ 50, podem passar a custar US$ 15 para as fabricantes de eletrônicos.

Esse preço de US$ 50 é referente ao valor da licença Windows vendida para fabricantes que produzem aparelhos de até US$ 250, mas é bem provável que os descontos sejam levados também para produtos de outros valores. Com essa redução, as empresas devem não apenas ser incentivadas a oferecer o Windows 8.1 para os consumidores, mas também aumentar a popularidade do sistema.

Segundo o Bloomberg, esse movimento também é incentivado pela necessidade que a Microsoft tem de controlar o mercado, uma vez que Apple e Google vêm conquistando cada vez mais espaço nos Estados Unidos. Apesar de os rumores serem bem fortes, o Bloomberg afirma que a Microsoft ainda se recusa a falar sobre o assunto publicamente.

Cupons de desconto TecMundo: