(Fonte da imagem: Reprodução/Stuart Miles para Pocket-lint)

A relação de “amor e ódio” entre a Microsoft e a Nokia parece não estar bem definida. Na semana passada, publicamos uma notícia na qual a empresa finlandesa admitia, por meio de um relatório oficial, que a sua parceira poderia estar trabalhando em um suposto "smartphone Surface" — o que desbancaria a linha Lumia e teria impacto direto nos seus lucros.

O acontecido tinha um grande potencial de abalar a relação entre ambas as companhias. Contudo, Casey McGee, gerente de marketing sênior da divisão responsável pelo Windows Phone, em entrevista para o site Pocket-lint, afirma que Microsoft e Nokia continuam muito próximas no desenvolvimento de aparelhos com o WP.

“Nós estamos tão perto dos processos de criação que sentimos como se os gadgets fossem nossos ‘filhos’ também. Especialmente com a Nokia”, comentou o executivo. “Nosso relacionamento está tão próximo que temos acesso ao hardware antecipadamente e a oportunidade de opinar na forma como as coisas são projetadas”, complementou ele — embora não tenha explicado em quais partes do design do Lumia, por exemplo, existem pitacos da Microsoft.

“Eu estou muito feliz com o atual relacionamento e a possibilidade de influenciar o que eles estão fazendo”, finalizou McGee. Com tais declarações, o gerente da Microsoft ameniza, ou tenta amenizar, um arranhão na parceria entre duas das maiores empresas de tecnologia.

Cupons de desconto TecMundo: