(Fonte da imagem: Reprodução/Business Insider)

Steven Sinofsky agora é ex-presidente do Windows, e essa foi uma opção do próprio dirigente. A novidade é que a postura de Ballmer, que permitiu a saída de Sinofsky, foi apoiada por ninguém menos que Bill Gates, que hoje é presidente do conselho da empresa de Redmond.

O objetivo da aparente repentina mudança seria uma melhor integração de trabalho, permitindo que várias unidades trabalhem mais próximas a partir de agora.

Apesar da eficiência e do brilhantismo de Sinofsky, a fama do ex-presidente era a de alguém muito difícil com quem trabalhar, com frequentes conflitos e brigas com outros diretores da companhia. Ou seja, a mão de ferro do antigo dirigente parece ter sido um dos grandes motivos para que Gates ficasse ao lado de Balllmer, vide a nova filosofia de trabalho da empresa.

Novo comando

Para o lugar de Sinofsky, Julie Larson-Green é nome certo para ocupar o cargo. Se você quer conhecer mais sobre a nova dirigente da Microsoft, clique aqui e confira a matéria publicada ontem (13) aqui no Tecmundo.

Cupons de desconto TecMundo: