Steve Ballmer lidera a companhia em um trimestre bastante positivo. (Fonte da imagem: Reprodução/Flickr Long Zheng)

A Microsoft anunciou nesta semana os resultados financeiros referentes ao terceiro trimestre do ano fiscal e, superando as expectativas dos investidores, os números foram bastante positivos. Os dados são significativos e mostram que a empresa parece ter ganhado fôlego novamente.

A receita cresceu para US$ 17,41 bilhões, um aumento de 6%, enquanto o faturamento ganhou um incremento de US$ 6,37 bilhões, o que corresponde a um crescimento de 12%. No relatório publicado pela empresa, não são mencionadas as receitas originadas pelo Windows Phone.

Segundo a companhia, US$ 4,57 bilhões foram originados a partir de servidores e aplicativos; US$ 5,81 bilhões foram originados da divisão de negócios, que inclui o Office; US$ 4,62 bilhões vieram por meio do Windows e do Windows Live; e outros US$ 707 milhões chegaram a partir dos serviços online.

A única divisão que apresentou queda foi a de Entretenimento, que regrediu 16% e arrecadou US$ 1,62 bilhão. Apesar do número negativo, o Xbox 360 permanece líder em vendas pelo 15º mês consecutivo nos EUA.

Em termos comparativos, a Apple faturou no último trimestre US$ 26,74 bilhões, quase US$ 10 bilhões a mais do que a Microsoft, contudo o lucro líquido foi de “apenas” US$ 6 bilhões, US$ 370 milhões a menos do que a empresa liderada por Steve Ballmer conseguiu.

As rivais em números

Receita

  • Microsoft - US$ 17,41 bilhões
  • Apple - US$ 26,74 bilhões

Lucro líquido

  • Microsoft - US$ 6,37 bilhões
  • Apple - US$ 6 bilhões

Cupons de desconto TecMundo: