Se você já teve um notebook roubado, deve pensar no quão útil seria uma ferramenta igual àquela implementada pela Apple nos iPhones (e depois copiada por quase todos os sistemas mobile) para bloquear à distância um aparelho roubado. A Microsoft também pensou nisso e acaba de registrar a patente de uma tecnologia que reproduz uma técnica semelhante a esta no PC.

A tecnologia permitiria o bloqueio do notebook mesmo que ele não esteja conectado à internet. Isso porque, em tese, ele sempre funcionaria conectado a uma rede de telefonia móvel a fim de permitir ser encontrado e totalmente bloqueado à distância, impedindo inclusive a formatação da máquina e frustrando os ladrões.

A patente não dá maiores informações sobre como essa conexão funciona, mas a ideia é de uma rede conectada de forma constante, que funciona mesmo sem a presença de um SIM card. “Portanto, mesmo que o dispositivo não seja capaz de usar uma rede celular (...), as comunicações para desativação continuam funcionando por meio de uma rede celular”, informa o texto da patente.

Infalível?

A patente registra ainda que desativar esse sistema de comunicação é quase impossível, garantindo que “desligar o serviço móvel durante nas configurações de software do dispositivo também não evita que o dispositivo seja desativado via comunicação por redes celular.” Em suma, se a tecnologia da Microsoft vir à tona de fato, a vida dos ladrões de notebook vai ficar um pouco complicada.

Como toda patente, esta apenas indica que a Microsoft estuda novas formas de garantir a segurança e a privacidade de seus usuários, mas não há qualquer previsão de quando (nem de se) isso vai se tornar realidade.

Cupons de desconto TecMundo: